Sertã | E se a Romaria de São Nuno de Santa Maria passar para 24 de junho?

O tempo foi incerto e chuvoso neste fim-de-semana de Romaria de São Nuno de Santa Maria, que assinalou o centenário da Beatificação de Nuno Álvares Pereira, em Cernache do Bonjardim, concelho da Sertã. Centenas juntaram-se ao evento e “o balanço é positivo”, mas Filomena Bernardo, presidente da UF Cernache do Bonjardim, Nesperal e Palhais, quer transitar a Romaria para dia 24 de junho, data do nascimento do Santo Condestável, crendo que, com “um estado do tempo mais favorável, o número de visitantes subirá”, deixando o compromisso de trabalhar com a autarquia para levar por diante esta ideia.

O certame terminou no domingo, e nessa manhã foram levadas a cabo as cerimónias militares e homenagem ao Nuno Álvares Pereira, em frente à estátua erigida na sua terra natal, mas muito condicionadas pela chuva.

Sertã/Cernache do Bonjardim – Cerimónias militares e homenagem a Nuno Álvares Pereira, na 6a Romaria de São Nuno de Santa Maria(Ligação fraca devido à rede)

Publicado por mediotejo.net em Domingo, 29 de Abril de 2018

PUB

Em declarações ao mediotejo.net, Filomena Bernardo explicou que a Romaria se reveste de especial importância para a população de Cernache do Bonjardim, tendo em conta que ali nasceu, e reconhecendo-se o seu papel na história de Portugal nas suas inúmeras facetas. “Nuno Álvares Pereira foi o soldado, foi o homem e foi o Santo”, mencionou a presidente de junta.

Neste sentido, e tendo em conta a vontade de melhorar “de ano para ano”, Filomena Bernardo referiu que a Romaria, a par da habitual programação de cerimónias militares e do cortejo religioso, poderá ser fator de maior desenvolvimento local, nomeadamente na senda do turismo religioso e diversificação cultural. E isso passa por repensar a data da sua realização.

Filomena Bernardo (presidente da União de Freguesias de Cernache do Bonjardim, Nesperal e Palhais), Coronel Francisco Ferreira Duarte e José Farinha Nunes (presidente da CM Sertã). Foto: mediotejo.net

“Faz sentido mudar a data para o dia 24 de junho, dia de nascimento de Nuno Álvares Pereira. Até por uma questão de melhores condições climatéricas. Porque tenho a certeza que teríamos muito mais romeiros”, notou, acrescentando que também estiveram presentes cerca de 500 escuteiros a comemorar o dia de São Jorge, bem como elementos do Encontro de catequistas da Diocese de Portalegre e Castelo Branco.

A presidente de Junta falava no final das cerimónias militares que contaram com presença de militares do Batalhão de Infantaria Páraquedista e de elementos da Fanfarra do Exército. Presidiu à cerimónia o Coronel Francisco José Ferreira Duarte, Comandante do Regimento de Infantaria nº 15, em representação do CEME, General Frederico Rovisco Duarte.

Na mesma ocasião, José Farinha Nunes, presidente da CM Sertã, recordou a importância de São Nuno de Santa Maria enquanto figura histórica, mas também reforçando a oportunidade de fazer prevalecer o seu legado e memória dentro de estratégia de turismo religioso do concelho.

Sertã/Cernache do Bonjardim – discurso do presidente da Câmara da Sertã, José Farinha Nunes, no encerramento das Cerimónias militares de Homenagem a D. Nuno Álvares Pereira

Publicado por mediotejo.net em Domingo, 29 de Abril de 2018

O presidente da Câmara da Sertã frisou durante a sua alocução que Nuno Álvares Pereira, cuja canonização assinala 100 anos, é também “um exemplo e modelo de vida”, muito particularmente no concelho da Sertã, onde já existiam imagens nos altares de algumas igrejas e santuários.

“A fé que lhe devotavam era extrema e ainda me recordo de ouvir aos mais velhos histórias que enchiam o coração de qualquer um. Em todos os cantos do concelho da Sertã é possível invocar memórias associadas a São Nuno de Santa Maria: em Palhais, na Senhora dos Remédios, na Sertã, na Várzea dos Cavaleiros, no Outeiro da Lagoa, ou no Nesperal”, mencionou, embora tenha salientando que é em Cernache do Bonjardim que se sente mais a presença de São Nuno de Santa Maria (…) o último desejo de D. Pedro IV foi que o seu coração ficasse depositado na cidade do Porto e assim aconteceu. Em Cernache do Bonjardim não está o coração de Nuno Álvares Pereira, mas ele reside no coração de todos”.

Junto à Igreja Matriz, a imagem de São Nuno chega na viatura dos BV Cernache do Bonjardim. Foto: mediotejo.net

O autarca afirmou que a Romaria de São Nuno de Santa Maria “é um dos momentos altos do calendário de eventos do município da Sertã”, e recordou que “quando este executivo tomou posse pela primeira vez, em 2009, definiu como um dos grandes propósitos a valorização da figura de São Nuno de Santa Maria como elemento potenciador do turismo religioso no concelho”, aludindo à realização da Romaria e reconhecendo a iniciativa como “uma aposta ganha”, uma vez que “hoje há muito mais turistas em Cernache do Bonjardim e em todo o concelho da Sertã, e as perspetivas são muito animadoras para o futuro”, declarou.

José Farinha Nunes deixou ainda a nota de que o Município da Sertã estará a “trabalhar para o desenvolvimento de projetos que possam atrair esses fluxos [turísticos] e potenciá-los”, admitindo ser “um desafio”.

A findar a manhã, o cortejo religioso formou-se junto à Igreja Matriz e seguiu acompanhado pela arruada da Sociedade Filarmónica Aurora Pedroguense, de Pedrógão Pequeno, com a imagem de São Nuno a ser transportada em viatura da corporação de Bombeiros de Cernache do Bonjardim e a juntar-se à população, que se muniu de guarda-chuvas e, guiados pela fé, prestaram a sua devoção ao Santo Condestável sem medo do mau tempo.

A manhã terminou com Missa de Ação de Graças a São Nuno de Santa Maria, na Igreja do Seminário das Missões.

PUB
Joana Rita Santos
Formada em Jornalismo, faz da vida uma compilação de pequenos prazeres: o conhecimento e o saber, a escrita, a leitura, a fotografia, a música. Nada supera o gozo de partir à descoberta das terras, das gentes, dos trilhos e da natureza... por isto continua a crer no jornalismo de proximidade. Já esteve mais longe de forrar as paredes de casa com estantes de livros. Não troca a paz da consciência tranquila e a gargalhada dos seus por nada deste mundo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

APOIE O NOSSO JORNAL, TORNE-SE UM LEITOR BENEMÉRITO

Se lê regularmente as nossas notícias torne-se um leitor benemérito fazendo contribuições a partir de 10€/mês, ou doando valores iguais ou superiores a 100€. Esses leitores passam a constar da ficha-técnica como apoiantes deste projeto independente de jornalismo. Pode também fazer uma contribuição pontual (5€, 10€, 20€, o que puder e quiser).