Sertã | Deputada Cláudia André visitou algumas escolas do distrito de Castelo Branco

Cláudia André reuniu com o Diretor do Agrupamento de Escolas da Sertã. Foto: DR

Nos dias 14 e 15 de setembro, altura em que se iniciava um novo ano letivo, os deputados do PSD visitaram as escolas dos seus respetivos distritos. Foi o caso de Cláudia André, eleita pelo círculo eleitoral de Castelo Branco, que visitou, no Fundão, o Agrupamento de Escolas do Fundão e a Escola Profissional, na manhã do dia 14, e já no dia 15, marcou presença no Agrupamento de Escolas da Sertã.

PUB

Segundo o grupo parlamentar, “esta iniciativa teve como principal objetivo auscultar as preocupações de toda a comunidade educativa, nomeadamente dos alunos, das famílias, dos funcionários e dos professores, procurando também contribuir para a sua resolução atempada”.

No final das visitas, Cláudia André disse que o discurso do Governo “não corresponde à realidade”, que o novo ano letivo só vai iniciar melhor graças ao “empenho de quem está no terreno, pois o Ministério não disponibiliza mais docentes, não disponibiliza mais assistentes operacionais ou administrativos, não disponibiliza mais computadores nem tratou de reforçar a rede para os locais onde esta não existe”. A deputada critica ainda o Ministério da Educação de não ter articulado “com as autarquias o transporte escolar”.

PUB

Num ano fortemente marcado pelas medidas de contenção da COVID-19, Cláudia André salienta que aos “pouquíssimos recursos que já existiam” as medidas do governo “chegaram tardias e genéricas. As escolas estão empenhadíssimas para que tudo corra o melhor possível, no entanto, só com o funcionamento diário das escolas se poderá aferir qual o sucesso dessas mesmas medidas”. Apesar disso, a parlamentar afirma ainda que as escolas se deparam com a “dificuldade em articular os horários escolares desfasados com a gestão do espaço/tempo de funcionamento dos refeitórios”.

Para a deputada que é também vereadora na Câmara da Sertã, as comunidades escolares “estão à sua sorte, com os poucos meios de sempre e unicamente dependentes da sua própria capacidade de resposta”.

PUB

APOIE O NOSSO JORNAL, TORNE-SE UM LEITOR BENEMÉRITO

Se lê regularmente as nossas notícias torne-se um leitor benemérito fazendo contribuições a partir de 10€/mês, ou doando valores iguais ou superiores a 100€. Esses leitores passam a constar da ficha-técnica como apoiantes deste projeto independente de jornalismo. Pode também fazer uma contribuição pontual (5€, 10€, 20€, o que puder e quiser).

- publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here