Sertã | D. Nuno Álvares Pereira em destaque na maratona de leitura (c/vídeo e fotos)

O jardim interior do Seminário das Missões, em Cernarche de Bonjardim, Sertã, encheu-se de livros, poemas e palavras graças à Maratona da Leitura – 24 Horas a Ler, um certame cultural de promoção da leitura que decorre este sábado e domingo, 1 e 2 de julho. Foi no berço de Nuno Álvares Pereira – figura principal desta maratona –  que a iniciativa arrancou, tendo sido dada a palavra ao presidente da Câmara da Sertã, José Farinha Nunes e ainda a outros convidados tais como os escritores Alves A. Nascimento, José Eduardo Franco ou Fernando Pinto do Amaral.

PUB

Evento começou no Seminário das Missões, em Cernarche de Bonjardim, com a presença do presidente da autarquia, José Farinha Nunes Foto: mediotejo.net

Ana Sofia Marçal, da Biblioteca Municipal, emocionou os presentes ao ler o poema “na hora de pôr a mesa, éramos cinco”, de José Luís Peixoto, pedindo em seguida um minuto de silêncio em memória das vítimas dos incêndios.

“Na hora de pôr a mesa, éramos cinco: 
o meu pai, a minha mãe, as minhas irmãs 
e eu. depois, a minha irmã mais velha 
casou-se. depois, a minha irmã mais nova 
casou-se. depois, o meu pai morreu. hoje, 
na hora de pôr a mesa, somos cinco, 
menos a minha irmã mais velha que está 
na casa dela, menos a minha irmã mais 
nova que está na casa dela, menos o meu 
pai, menos a minha mãe viúva. cada um 
deles é um lugar vazio nesta mesa onde 
como sozinho mas irão estar sempre aqui. 
na hora de pôr a mesa, seremos sempre cinco. 
enquanto um de nós estiver vivo, seremos 
sempre cinco. 

PUB

(José Luís Peixoto, in ‘A Criança em Ruínas’ )

Evento contou com muitos momentos de leitura Foto: mediotejo.net

No exterior estavam estacionadas mais de uma dezena e meia de Bibliotecas Móveis, vindas de norte a sul do país, e que dali partiram, cerca das 11h00, para algumas das aldeias da Sertã, levando livros a localidades como Outeiro da Lagoa, Troviscal, Várzea dos Cavaleiros, Pampilhal, Castelo ou à recém-fustigada pelos incêndios Várzea de Pedro Mouro. Cada uma foi acompanhada por um Contador de Histórias profissional que, à chegada a cada local realizará uma sessão de contos para a comunidade, num ambiente festivo preparado para o efeito.

Cláudia André, vereadora da Cultura, explicou ao mediotejo.net que os objectivos da iniciativa passam por promover a leitura, por todo o concelho a ler e sensibilizar para a importância da leitura. “É importante que, nestas 24 horas, se perceba que no concelho da Sertã há dinamismo, há cultura e que a actividade do concelho também se pode movimentar ao redor da cultura e, neste caso, da cultura literária”, disse.

Mias de uma dezena de Bibliotecas Móveis de todo o país vieram até à sertã para dinamizar esta maratona de leitura Foto: mediotejo.net

Ali perto, no Atelier Túllio Victorino, dezenas de crianças assistiram ao espectáculo “O incontestável Nuno” por Elvira e C&ª, que abordou figuras da nossa história tal como Nuno Álvares Pereira e Brites de Almeida, a padeira de Aljubarrota.

PUB
No Atelier Túllio Victorino, em Cernarche do Bonjardim, várias crianças assistiram ao espectáculo “O incontestável Nuno” por Elvira e C&ª Foto: mediotejo.net

A maratona de 24 horas engloba ainda várias tertúlias literárias , um espectáculo de leitura de leitura encenada e a exibição de diversos filmes alusivos a Nuno Álvares Pereira. Tem lugar ainda a inauguração de uma exposição de banda desenhada sobre Nuno Álvares Pereira e decorrerá uma feira do livro e existirão diversos quiosques de leitura espalhados por todo o concelho.

Vereadora da Cultura, Cláudia André, explicou que o objectivo da iniciativa passa por colocar o concelho a ler Foto: mediotejo,net

Na tarde de sábado, decorre o lançamento do livro “Nuno Álvares Pereira: uma antologia” com chancela da editora Caleidoscópio que reúne textos dos vários escritores presentes e tem ilustração de capa de João Miguel. “São vários contributos de um conjunto de autores/escritores que vão participar na maratona e também de alguns investigadores como é o caso do professor Aires Nascimento. É um livro que acho interessante porque traz um conjunto de visões, desde logo as da literatura, para uma nova visão do Dom Nuno Álvares Pereira que é uma figura notável e que merece o nosso reconhecimento”, disse ao mediotejo.net, Jorge Ferreira da editora Caleidoscópio.

Participantes, alguns dos quais vindos de Lisboa, mostraram-se satisfeitos com a realização desta iniciativa Foto: mediotejo.net

O evento, que conta com um investimento global na ordem dos 20 mil euros, “gera retorno muito maior do que o investimento efetuado”, destacou Cláudia André, vereadora responsável pela Cultura na Sertã, tendo referido uma “grande logística, com centenas de pessoas a participar, a organizar e a promover” um evento que vai “tocar dezenas de aldeias e vilas” de um território com 16 mil habitantes e mais de 300 pequenas localidades.

O evento é o “ponto alto” de iniciativas que decorrem ao longo de todo o ano naquele município com “réplicas de minimaratonas de promoção da leitura nas escolas, casas de cultura e bibliotecas”, sendo dirigidas a todas as faixas etárias e estratos sociais.

José Eduardo Franco leu um poema sobre Nuno Álvares Pereira Foto: mediotejo.net

“Um verdadeiro acontecimento cultural que devia ser fomentado em outros pontos do país”

No Seminário das Missões, os participantes com quem o mediotejo.net falou estavam bastante agradados com o desenrolar desta iniciativa na Sertã. José Eduardo Franco referiu que esta iniciativa é louvável, a todos os títulos “e um verdadeiro acontecimento cultural” que devia ser fomentado não só na Sertã como em outros pontos do país. “É uma forma de recuperarmos o exercício da leitura oral dos nossos poetas, dos nossos clássicos que, infelizmente, está a perder-se.  E é também uma forma diferente de nos relacionarmos com os textos e de lidar com uma experiência comunitária diferente. A partir do Séc. XX desenvolvemos um tipo de leitura muito individualista – deixamos de nos encontrar nos saloons para ler – e essa perda também constitui uma perda cultural pelo que esta iniciativa também recupera isso mesmo”, considera, acrescentando que a Sertã está de parabéns por esta atitude de resistência cultural.

PUB

Sertã / Maratona da Leitura 24 horas / Seminário das Missões Cernache do Bonjardim / Vereadora Cláudia André explica objectivos da iniciativa

Publicado por mediotejo.net em Sábado, 1 de Julho de 2017

APOIE O NOSSO JORNAL, TORNE-SE UM LEITOR BENEMÉRITO

Se lê regularmente as nossas notícias torne-se um leitor benemérito fazendo contribuições a partir de 10€/mês, ou doando valores iguais ou superiores a 100€. Esses leitores passam a constar da ficha-técnica como apoiantes deste projeto independente de jornalismo. Pode também fazer uma contribuição pontual (5€, 10€, 20€, o que puder e quiser).

PUB

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here