Sertã | Cortiçada Art Fest alia música à arte em três concelhos

Pianista Mário Figueiredo. Foto: DR

Homenagear a interioridade e dar uma nova vida à região é o objetivo do Cortiçada Art Fest – Festival de Experiências Artísticas na Paisagem, dinamizado pelos municípios Sertã, Proença-a-Nova e Oleiros, em colaboração com o escritório de arquitetura MAG – Marques de Aguiar, que assegurou a curadoria do projeto.

PUB

No fim de semana de 31 de julho, 1 e 2 de agosto, decorre o “Cortiçada Weekend”, uma iniciativa inédita, que vai ligar aqueles três concelhos à internet, num festival online, que irá decorrer nas redes sociais. O evento conta com inauguração de três obras de arte criadas em co-autoria pelas arquitetas Marta Aguiar, Mariana Costa e Sofia Marques de Aguiar, do escritório de arquitetura MAG – Marques de Aguiar, com a realização de workshops e com a transmissão de concertos em streaming.

Na Sertã, através do canal YouTube do Município, irá decorrer no dia 31 de julho, a partir das 21h30 , a transmissão em direto (streaming) do concerto de piano de Marco Figueiredo, no âmbito da programação do festival Cortiçada Art Fest.

PUB

Explica a autarquia em nota de imprensa que este concerto “é uma retrospetiva ao trabalho que o pianista tem desenvolvido ao longo dos anos, apresentando também uma abordagem nova na exploração dos timbres do piano, usando pela primeira vez o recurso à tecnologia para criar uma sonoridade original no panorama musical Português”. Sobre o mote do concerto, “está toda a influência da beleza natural da Sertã, espelhada na obra “Véu” criada e instalada num dos seus mais idílicos cenários”.

Marco Figueiredo é um pianista Sertaginense radicado em Gaia. Estudou piano e composição no conservatório de Música de Coimbra. Durante esse tempo participou em inúmeros workshops com nomes como Myra Meldford, Tânia Achot e Aaron Goldberg, entre outros. Estudou na Escola Superior de Música e das Artes do Espectáculo. Tem uma extensa atividade como pianista e compositor. Gravou quatro discos em nome próprio, realizou mais de quinze participações noutras formações, com os mais diversos projetos musicais, que vão do jazz à word music. Fez música para cinema, curtas e longas metragens, genéricos televisivos, e a sua música foi usada em inúmeras situações, do cinema ao teatro e à dança. Professor, músico, escritor, e um observador do mundo que o rodeia, a sua música foi, e será sempre um reflexo do todo.

PUB
A obra de arte “Véu” sob o açude da ribeira da Sertã. Foto: CM Sertã

A obra “Véu” integra-se no Roteiro de Obras de Arte na Paisagem do Cortiçada Art Fest, Festival de Experiências Artísticas na Paisagem, do qual fazem também parte o “Moon Gate” em Oleiros e o “Farol dos Ventos” em Proença-a-Nova.

O Cortiçada Art Fest é uma iniciativa promovida pelos três municípios (Sertã, Oleiros e Proença-a-Nova) em colaboração com o MAG e com o financiamento da DGARTES, no âmbito do “Programa de Apoio em Parceria – Revitalização do Pinhal Interior – Programa de Desenvolvimento Cultural do Território”.

 

APOIE O NOSSO JORNAL, TORNE-SE UM LEITOR BENEMÉRITO

Se lê regularmente as nossas notícias torne-se um leitor benemérito fazendo contribuições a partir de 10€/mês, ou doando valores iguais ou superiores a 100€. Esses leitores passam a constar da ficha-técnica como apoiantes deste projeto independente de jornalismo. Pode também fazer uma contribuição pontual (5€, 10€, 20€, o que puder e quiser).

pub

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here