Apoie o jornalismo que fazemos,
junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Quinta-feira, Agosto 5, 2021

Apoie o jornalismo que fazemos, junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Sertã: comunidade sensibilizada para a doença da diabetes

“Sertã pela Diabetes” é o nome do evento promovido pela Câmara Municipal da Sertã que decorre no dia  13 de novembro. Trata-se da 6.ª edição e resulta da parceria com o Centro de Saúde da Sertã, Bombeiros Voluntários da Sertã, Agrupamento 170 do Corpo Nacional de Escutas, Associação de Pais e Amigos dos Escuteiros da Sertã, farmácias locais, Balcão Sertã 3G e RLIS (Rede Local de Intervenção Social) da Sertã.

- Publicidade -

As atividades previstas têm como objetivo sensibilizar a comunidade para a importância da prevenção, do controlo da doença, assim como a prevenção das complicações da doença.

A concentração dos participantes realizar-se-á junto à Casa da Cultura da Sertã, às 8h30, onde se realizam diversos rastreios de saúde. Às 9h30m terá início a “Caminhada pela Diabetes”. Após o regresso à Casa da Cultura, será criado o “Mural da Diabetes”, a que se seguirá a sessão de esclarecimento “Os riscos da Diabetes”. Cerca das 12h30, em jeito de encerramento realiza-se a  foto de grupo intitulada “A Sertã unida pela Diabetes”.

- Publicidade -

As inscrições realizam-se até dia 4 de novembro, podendo ser efetuadas na Casa da Cultura da Sertã, no Centro de Saúde, na Academia Sénior da Sertã, no Agrupamento de Escolas da Sertã, nas farmácias do Concelho, no Balcão Sertã 3G e na RLIS (Rede Local de Intervenção Social) da Sertã. Os participantes devem vestir uma camisola azul e levar roupa adequada à atividade física.

O Dia Mundial da Diabetes foi fixado a 14 de novembro por ser o dia de aniversário de Frederick Banting, autor da descoberta da insulina (hormona responsável pela redução da glicémia). A data foi instituída pela Federação Internacional da Diabetes e pela Organização Mundial de Saúde contando, desde 1991, com o reconhecimento e apoio da Organização das Nações Unidas, por se tratar de uma doença crónica.

Aos 12 anos já queria ser jornalista e todo o seu percurso académico foi percorrido com esse objetivo no horizonte. Licenciada em Jornalismo, exerce desde 2005, sempre no jornalismo de proximidade. Mãe de uma menina, assume que tem nas viagens a sua grande paixão. Gosta de aventura e de superar um bom desafio. Em maio de 2018, lançou o seu primeiro livro de ficção intitulado "Singularidades de uma mulher de 40", que marca a sua estreia na escrita literária, sob a chancela da Origami Livros.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome