Apoie o jornalismo que fazemos,
junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Quinta-feira, Agosto 5, 2021

Apoie o jornalismo que fazemos, junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Sertã: Clube Bonjardim lança livro que retrata a história do teatro em Cernache

“O Teatro numa Aldeia da Beira – Cernache do Bonjardim Do Theatro de Sernache ao Theatro Taborda” é o nome do livro da autoria de Pedro Marçal Vaz Pereira (bisneto de Abílio Marçal) que foi lançado no dia 28 de novembro, no Clube Bonjardim.

- Publicidade -

A obra aborda a história do teatro em Cernache do Bonjardim, dando uma noção bastante realista do que foi a vida sociocultural no concelho da Sertã no final do século XIX e boa parte do século XX.

Na apresentação do livro, José Farinha Nunes, presidente da Câmara Municipal da Sertã, referiu que aquela obra “certamente galvanizará atenções e esforços para que tão depressa quanto possível se recupere este espaço para que ele seja devolvido ao espetáculo e ao sucesso de outrora”.

- Publicidade -

O autarca fez um reconhecimento público pelo trabalho incansável de Pedro Marçal Vaz Pereira em prol da história do concelho, fazendo votos para que “o Clube Bonjardim mantenha a vitalidade de sempre e que continue a ser a referência que a todos habituou desde 1885”. “Agora que passam cento e trinta anos desde a sua fundação, esta iniciativa é mais um marco que destaca e celebra de forma indelével o Clube Bonjardim”, finalizou José Farinha Nunes.

António Simões, presidente da Direção do Clube Bonjardim, mostrou-se bastante satisfeito pelo lançamento daquela obra, justamente no ano em que o Clube Bonjardim comemora os seus 130 anos de vida, vincando, ao mesmo tempo, a necessidade de recuperação daquele espaço para a qual serão indispensáveis os apoios da Câmara Municipal da Sertã e da União de Freguesias de Cernache do Bonjardim, Nesperal e Palhais.

O lançamento do livro contou com a presença de Duarte Ivo Cruz, que  concilia, há mais de 40 anos, a intervenção económica, pública e privada, com a atividade docente e de investigação histórica ligada a temas de história do teatro e de história diplomática e de relações internacionais. É autor de mais de trinta livros numa e noutra área, publicados em vários países.

Descerramento da placa de homenagem a Abílio Marçal (Foto: CMSertã)
Descerramento da placa de homenagem a Abílio Marçal (Foto: CMSertã)

O lançamento do livro foi antecedido pela cerimónia de recolocação da placa de homenagem a Abílio Marçal, perto da casa onde viveu, junto à rotunda de D. Nuno Álvares Pereira. A placa foi oferecida em 1928 por amigos e admiradores de Abílio Marçal e esteve durante várias décadas colocada na casa onde viveu e viria a falecer.

Entrou no mundo do jornalismo há cerca de 13 anos pelo gosto de informar o público sobre o que acontece e dar a conhecer histórias e projetos interessantes. Acredita numa sociedade informada e com valores. Tem 35 anos, já plantou uma árvore e tem três filhos. Só lhe falta escrever um livro.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome