Sertã | Caso de Covid-19 na GNR suscita pergunta do PSD no parlamento

A deputada Cláudia André (PSD), que é também vereadora na Câmara Municipal da Sertã, subscreveu uma pergunta destinada ao ministro da Administração Interna, pedindo explicações sobre a ausência de equipamentos de proteção individual adequados, designadamente máscaras e luvas nas forças de segurança nas esquadras do distrito de Castelo Branco.

A pergunta foi suscitada depois de o comandante do Destacamento Territorial da GNR da Sertã ter testado positivo para o novo coronavírus, após uma operação de trânsito em que os militares se apresentavam sem qualquer proteção.

“Mais grave ainda é o facto de os militares, que estiveram em contacto com o comandante, não terem ainda realizado testes de despistagem à Covid-19, facto que causa apreensão e insegurança não apenas nos agentes, mas também na população”, denuncia o PSD naquela pergunta apresentada no dia 7 de abril.

PUB

Esta facto levou a que todos os que participaram naquela ação de trânsito realizada em Vila de Rei – autarcas e jornalistas de vários concelhos – tivessem de ficar de quarentena.

Cláudia André pretende saber quando pensa o Governo disponibilizar os necessários dispositivos de proteção aos agentes da autoridade.

“O Governo está a pensar criar alguma linha ou plano prioritário de realização de testes urgentes aos elementos das forças de segurança, nomeadamente aos agentes da PSP e militares da GNR, nos casos em que é detetado a algum deles infeção por Covid-19?”, interrogam os deputados.

“Este caso do Destacamento Territorial de da Sertã da GNR evidencia, com toda a força, fragilidades e carências”, sublinham os deputados do PSD.

A pergunta foi subscrita por 13 deputados do PSD.

PUB
José Gaio
Ganhou o “bichinho” do jornalismo quando, no início dos anos 80, começou a trabalhar como compositor numa tipografia em Tomar. Caractere a caractere, manualmente ou na velha Linotype, alinhavava palavras que davam corpo a jornais e livros. Desde então e em vários projetos esteve sempre ligado ao jornalismo, paixão que lhe corre nas veias.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

APOIE O NOSSO JORNAL, TORNE-SE UM LEITOR BENEMÉRITO

Se lê regularmente as nossas notícias torne-se um leitor benemérito fazendo contribuições a partir de 10€/mês, ou doando valores iguais ou superiores a 100€. Esses leitores passam a constar da ficha-técnica como apoiantes deste projeto independente de jornalismo. Pode também fazer uma contribuição pontual (5€, 10€, 20€, o que puder e quiser).