Apoie o jornalismo que fazemos,
junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -
Sexta-feira, Maio 14, 2021

Apoie o jornalismo que fazemos, junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Sertã | Carlos Miranda (PS) lidera “projeto sério” para o concelho nas eleições autárquicas (c/áudio)

O atual vereador do PS na câmara da Sertã, Carlos Miranda, vai encabeçar a lista do partido às próximas eleições autárquicas, conforme decidido por unanimidade pela Comissão Política Concelhia reunida no dia 10 de abril.

- Publicidade -

Numa autarquia liderada pelo PSD há vários mandatos, Carlos Miranda apresenta-se com “espírito positivo, otimista, com uma tranquilidade muito grande de alguém que sabe que vai apresentar um projeto sério, uma equipa séria”.

Na opinião do candidato, o que faz um bom Presidente de Câmara “é a capacidade de trabalho, a dedicação e ter uma ideia, um pensamento e uma estratégia para o concelho”. E neste ponto considera ter “a força pessoal e política para os pôr em prática”.

- Publicidade -

 

Com um percurso político de cerca de 20 anos, Carlos Miranda é vereador no atual mandato, cargo que “aproxima mais do centro de decisão e dá outro tipo de competências”, fez notar. O candidato tem 56 anos, reside na União de Freguesias de Cumeada e Marmeleiro, e é professor do Ensino Básico e Secundário, exercendo atualmente no Agrupamento de Escolas da Sertã. Foi durante 14 anos Diretor do Instituto Vaz Serra em Cernache do Bonjardim.

Tem experiência empresarial anterior nas áreas da prestação de serviços de manutenção da condição física, bar, e comércio por grosso e a retalho de vinhos e produtos regionais.

Quanto ao seu percurso político, foi deputado municipal e intermunicipal, secretário e posteriormente presidente da Assembleia Municipal da Sertã, e é atualmente vereador da Câmara Municipal da Sertã. É ainda presidente da Comissão Política Concelhia do Partido Socialista da Sertã e membro do Secretariado da Federação do Partido Socialista de Castelo Branco.

Nas últimas eleições autárquicas, realizadas em 2017, o PSD obteve maioria na câmara, com cinco mandatos (5.331 votos; 58,43%), cabendo ao PS os restantes dois lugares (3.054 votos; 33,47%).

Ganhou o “bichinho” do jornalismo quando, no início dos anos 80, começou a trabalhar como compositor numa tipografia em Tomar. Caractere a caractere, manualmente ou na velha Linotype, alinhavava palavras que davam corpo a jornais e livros. Desde então e em vários projetos esteve sempre ligado ao jornalismo, paixão que lhe corre nas veias.

- Publicidade -
- Publicidade -

COMENTÁRIOS

Please enter your comment!
O seu nome