Sertã | Câmara congratula-se pela nomeação de um filho da terra para presidir ao Tribunal de Contas

José Fernandes Farinha Tavares é natural da Sertã. Foto: DR

A Câmara da Sertã aprovou por unanimidade, na reunião do dia 12, realizada por videoconferência, uma proposta de congratulação pela nomeação do sertaginense José Fernandes Farinha Tavares para presidente do Tribunal de Contas.

PUB

“É o cargo mais importante alguma vez ocupado por uma pessoa natural do município da Sertã e isto é muito relevante também para a região e para o país. É um dos seis mais altos cargos da Nação”, destacou o Presidente da Câmara, José Farinha Nunes.

Segundo o texto da proposta, “a nomeação do Juiz Conselheiro José Fernandes Farinha Tavares, natural do concelho da Sertã para a presidência do Tribunal de Contas é motivo de orgulho para todo o Município. Trata-se de um percurso notável e de exceção de um homem que sempre desempenhou os mais diversos cargos na neste órgão de sobre a soberania com um elevado sentido de responsabilidade, lealdade, dedicação e elevação”.

PUB

Na proposta cita-se o que disse o Presidente da República na cerimónia de tomada de posse do novo presidente do Tribunal de Contas, em que Marcelo Rebelo de Sousa se referiu a José Fernandes Farinha Tavares como “alguém com 38 anos de incansável dedicação institucional, que mereceu a confiança dos anteriores presidentes do Tribunal de Contas e que trabalhou com governos de diferentes partidos”.  Considera-se o cargo como “relevante tanto a nível nacional como internacional” e “ter um filho do concelho da Sertã a desempenhá-lo é uma enorme honra e algo muito gratificante para todos nós”.

O novo titular é considerado como “um grande exemplo de honestidade intelectual, tanto a nível pessoal como profissional, e que será com certeza uma fonte de inspiração para muitos dos nossos jovens que hoje estudam em busca de um futuro melhor”.

PUB

Ainda segundo a proposta aprovada, o juiz conselheiro José Fernandes Farinha Tavares “tem merecido o reconhecimento e os maiores encómios dos seus pares como aconteceu recentemente com o anterior presidente do Tribunal de Contas, Vitor Caldeira, que lhe atribuiu um louvor no passado mês de março sublinhando o profundo reconhecimento e a mais elevada gratidão pelo modo como empenhadamente exerceu as suas funções de diretor geral, com espírito de missão, de serviço público, competência, entrega e tal dedicação ao Tribunal de Contas.

Invocando a carreira longa e cheia de sucessos do Juiz Conselheiro, Vitor Caldeira enalteceu também “o relevante contributo que deu na primeira linha para assegurar a transformação e desenvolvimento legislativo, orgânico e técnico do Tribunal de Contas e dos serviços de apoio de que hoje dispomos”.

O Presidente da Câmara, autor da proposta, disse reconhecer nas palavras proferidas pelo Juiz Conselheiro durante a tomada de posse “algumas das suas melhores características e que são condição indispensável para assumir um cargo tão exigente e escrutinado”.  José Fernandes Farinha Tavares disse na ocasião que ia lutar por um tribunal imparcial, isento e com altos padrões técnicos.

“Nestas três palavras estão o melhor resumo do que tem sido a sua vida pública”, concluiu o autarca, dando os parabéns ao juiz natural da Sertã e desejando votos das maiores felicidades na presidência do Tribunal de Contas.

APOIE O NOSSO JORNAL, TORNE-SE UM LEITOR BENEMÉRITO

Se lê regularmente as nossas notícias torne-se um leitor benemérito fazendo contribuições a partir de 10€/mês, ou doando valores iguais ou superiores a 100€. Esses leitores passam a constar da ficha-técnica como apoiantes deste projeto independente de jornalismo. Pode também fazer uma contribuição pontual (5€, 10€, 20€, o que puder e quiser).

- publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here