Sertã | Câmara aprova protocolo para apoiar munícipes na compra de medicamentos

O executivo municipal da Câmara da Sertã aprovou por unanimidade, na reunião pública de 7 de maio, o protocolo para integrar o programa “abem – Rede solidária do medicamento”, da Associação Dignitude. Este protocolo exige a participação financeira do município até cerca de 5 mil euros no ano 2018 e visa comparticipar 50% dos medicamentos (não comparticipados pela Segurança Social) a pessoas carenciadas, sinalizadas pelos serviços sociais da autarquia.

José Farinha Nunes (PSD) salientou o apoio da associação Dignitude em 50% da compra dos medicamentos, sendo os restantes 50% comparticipados pelo município, isto aplicável a medicamentos que não são comparticipados pela Segurança Social.

O autarca explicou que o protocolo visa a “colaboração na implementação de estratégias de mobilização da sociedade civil para os objetivos da filantropia e de solidariedade subjacentes ao programa”, bem como “colaboração na promoção, divulgação e comunicação”, e “referenciação dos beneficiários” a ser abrangidos por este apoio e atualização da informação referente aos mesmos. Também consta no protocolo a colaboração da autarquia “na avaliação da execução operacional do programa”, enumerou.

PUB

Na região do Médio Tejo os concelhos de Sardoal, Constância e Mação também já integraram este rede solidária que apoia à compra de medicamentos por pessoas carenciadas.

O programa Abem é o primeiro programa solidário da Associação Dignitude, uma instituição particular de solidariedade social, que nasce da parceria entre o setor social – Cáritas Portuguesa e Plataforma Saúde em Diálogo e o setor da saúde – Associação Nacional das Farmácias e Associação Portuguesa da Indústria Farmacêutica. Tem por missão desenvolver programas solidários de grande impacto social que melhorem a qualidade de vida e o bem-estar dos portugueses.

Os beneficiários deste instrumento são pessoas que se encontram numa situação de carência económica e não conseguem comprar os medicamentos que precisam. A cada beneficiário é atribuído um cartão que lhe permite aceder aos medicamentos prescritos em qualquer farmácia do país, sem mais burocracias e com a dignidade que merece, lê-se no site da associação.

PUB
Joana Rita Santos
Formada em Jornalismo, faz da vida uma compilação de pequenos prazeres: o conhecimento e o saber, a escrita, a leitura, a fotografia, a música. Nada supera o gozo de partir à descoberta das terras, das gentes, dos trilhos e da natureza... por isto continua a crer no jornalismo de proximidade. Já esteve mais longe de forrar as paredes de casa com estantes de livros. Não troca a paz da consciência tranquila e a gargalhada dos seus por nada deste mundo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

APOIE O NOSSO JORNAL, TORNE-SE UM LEITOR BENEMÉRITO

Se lê regularmente as nossas notícias torne-se um leitor benemérito fazendo contribuições a partir de 10€/mês, ou doando valores iguais ou superiores a 100€. Esses leitores passam a constar da ficha-técnica como apoiantes deste projeto independente de jornalismo. Pode também fazer uma contribuição pontual (5€, 10€, 20€, o que puder e quiser).