- Publicidade -

Quinta-feira, Dezembro 9, 2021
- Publicidade -

Sertã | Câmara apoia associação OMEGA para esterilizar colónias de gatos errantes

A Câmara da Sertã decidiu atribuir um subsídio de 1500 euros à Associação OMEGA – Associação de Defesa dos Direitos dos Animais da Zona do Pinhal, para gestão do Programa CED – captura, esterilização e devolução, com vista ao controlo das colónias de gatos errantes no concelho.

- Publicidade -

Em 2020 o apoio financeiro no valor de mil euros que permitiu a implementação do Programa CED nas colónias de gatos errantes do Moinho da Rola, Creche da Sertã, Largo do Município da Sertã, Quelha das Regorices, Calvos e Parque de feiras de Cernache do Bonjardim.

Até à data, foram realizadas um total de 58 esterilizações e retirados das colónias e encaminhados para a adoção 39 animais, segundo dados da autarquia. O custo das esterilizações foi de 1 785 euros.

- Publicidade -

Segundo a Associação OMEGA, as colónias de gatos requerem ainda a manutenção de cuidados veterinários, como por exemplo, a sua desparasitação, e alimentação que apresentam um custo mensal aproximado de 200 euros.

O objetivo agora é implementar o Programa CED noutras colónias sinalizadas no concelho, nomeadamente: Pelourinho – Sertã (10 gatos), Rua do Cabeço – Sertã (12), Travessa do Ramalhosa – Sertã (6), Rua Viriato – Sertã (8), Chão da Forca (12), Várzea dos Cavaleiros (8), Trízio (8), Herdade (10), Mendeira (10), Casal da Escusa (15), Palhais (14) e Maxial da Estrada (15).

O apoio financeiro da autarquia destina-se à realização da esterilização e identificação eletrónica dos animais, tendo em conta que o gatil do CIRAE – Centro Intermunicipal de Recolha de Animais Errantes se encontra lotado, não conseguindo dar resposta aos vários pedidos de captura e controlo destes animais. A autarquia releva ainda a importância deste assunto na salvaguarda da saúde pública e bem-estar animal.

Ganhou o “bichinho” do jornalismo quando, no início dos anos 80, começou a trabalhar como compositor numa tipografia em Tomar. Caractere a caractere, manualmente ou na velha Linotype, alinhavava palavras que davam corpo a jornais e livros. Desde então e em vários projetos esteve sempre ligado ao jornalismo, paixão que lhe corre nas veias.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome