Apoie o jornalismo que fazemos,
junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Sexta-feira, Setembro 17, 2021

Apoie o jornalismo que fazemos, junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Sertã | Avião de combate a incêndios retirado das águas de Castelo do Bode

O avião de combate a incêndios que teve um acidente na quarta-feira na zona de Trizio, concelho da Sertã, foi localizado na manhã de quinta-feira, a 25 metros de profundidade, e foi hoje retirado das águas da albufeira de Castelo do Bode.

- Publicidade -

Os Bombeiros Voluntários de Cernache do Bonjardim (Sertã) levaram para o local 10 veículos mais lancha e moto de água, com um total de 17 operacionais, tendo o local do acidente sido identificado ainda na quarta-feira, dia 3, como sendo junto à estrada velha (antiga ligação entre o concelho da Sertã e o concelho de Ferreira do Zêzere), ponte que antecedeu a atual ponte do Vale da Ursa.

Bombeiros daquela corporação terão efetuado dois mergulhos no sentido de localizar a aeronave mas sem sucesso, devido à má visibilidade, relata a corporação, na sua página oficial.

- Publicidade -

Na quinta-feira, dia 4, houve reforço do teatro de operações (TO) com equipas de mergulhadores dos Bombeiros Voluntários de Castelo Branco e Idanha-a-Nova tendo a aeronave sido localizada às 8:15, ao que seguiu a realização de um briefing técnico com todas as entidades e operacionais envolvidos de forma a adoptar a melhor estratégia para recuperar a aeronave que se encontrava entre os 25 e 28 metros de profundidade.

Esta sexta-feira, dia 5 de julho, a corporação de bombeiros de Cernache anunciou a recuperação da aeronave.

Avião de combate a incêndios foi hoje retirado das águas de Castelo do Bode, na zona do Trízio. Foto: BV Cernache do Bonjardim

O avião anfíbio médio FireBoss, de indicativo operacional Alfa 8, do Dispositivo Especial de Combate a Incêndios Rurais, sofreu na quarta-feira à tarde “um acidente quando efetuava uma manobra de ‘scooping’ (recolha de água)” no Zêzere, na zona de Trizio.

“O alerta foi dado às 16:46, tendo sido acionados os meios de socorro, onde se incluiu um avião de reconhecimento e um helicóptero de reconhecimento, avaliação e coordenação ao serviço da ANEPC que de imediato reconheceram o local por forma identificar a localização do acidente”, referiu a proteção civil, em comunicado divulgado na quarta-feira.

O comunicado acrescenta que o piloto saiu ileso, existindo apenas registo de danos materiais.

A aeronave estava estacionada em Proença-a-Nova, distrito de Castelo Branco, e dirigia-se para o combate a um incêndio rural no concelho de Ansião, distrito de Leiria.

A ANEPC salienta que as causas do acidente serão apuradas pelas “entidades com competência em matéria de investigação de acidentes com aeronaves”.

O avião de combate a incêndios que teve um acidente na quarta-feira na zona de Trizio, concelho da Sertã, foi localizado na manhã de quinta-feira, a 25 metros de profundidade, e foi hoje retirado das águas da albufeira de Castelo do Bode. Foto: BV Cernache do Bonjardim

Fonte do Gabinete de Prevenção e Investigação de Acidentes com Aeronaves e de Acidentes Ferroviários (GPIAAF) disse à agência Lusa na quarta-feira que a entidade foi notificada do acidente, acrescentando que irá proceder à respetiva investigação.

Segundo fonte do Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM), o piloto, “sem queixas”, tem 49 anos e recusou o transporte para uma unidade hospitalar.

C/LUSA

A experiência de trabalho nas rádios locais despertaram-no para a importância do exercício de um jornalismo de proximidade, qual espírito irrequieto que se apazigua ao dar voz às histórias das gentes, a dar conta dos seus receios e derrotas, mas também das suas alegrias e vitórias. A vida tem outro sentido a ver e a perguntar, a querer saber, ouvir e informar, levando o microfone até ao último habitante da aldeia que resiste.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome