Sertã | Autarquia vai apoiar munícipes na aquisição de medicamentos

No passado dia 19 de junho, teve lugar a assinatura do protocolo de colaboração entre o Município da Sertã e a Associação Dignitude, que tem como objetivo a implementação do “Programa abem: Rede Solidária do Medicamento”, que visa apoiar os munícipes na aquisição de medicamentos através de comparticipação.

PUB

O protocolo tinha sido aprovado em reunião pública do executivo municipal, a 7 de maio, exige a participação financeira do município até cerca de 5 mil euros no ano 2018 e visa comparticipar 50% dos medicamentos (não comparticipados pela Segurança Social) a pessoas carenciadas, sinalizadas pelos serviços sociais da autarquia, sendo os restantes 50% comparticipados Associação Dignitude.

Com a assinatura deste protocolo, José Farinha Nunes entende que “a Câmara Municipal da Sertã dá seguimento à sua política de apoio social, promoção de saúde e prevenção de doenças, que faz ainda mais sentido após situações de calamidade como foram os incêndios de 2017″.

PUB

Foto: Thinkstock

Este programa visa garantir o acesso ao medicamento em ambulatório por parte de qualquer cidadão que, em Portugal, se encontre numa situação de carência económica que o impossibilite de adquirir os medicamentos comparticipados que lhe sejam prescritos por receita médica.

Tem como destinatários indivíduos beneficiários de prestações sociais de solidariedade, mas também a todos os que se deparem com uma situação inesperada de carência económica decorrente de desemprego involuntário ou de doença incapacitante, entre outras situações de carência que poderão ser também consideradas.

A Associação Dignitude é uma Instituição Particular de Solidariedade Social, sem fins lucrativos, fundada em 2015 por entidades dos sectores social de saúde. É responsável pelo desenvolvimento, operacionalização e gestão do “Programa abem: Rede Solidária do Medicamento”. 

 

PUB
Joana Rita Santos
Formada em Jornalismo, faz da vida uma compilação de pequenos prazeres: o conhecimento e o saber, a escrita, a leitura, a fotografia, a música. Nada supera o gozo de partir à descoberta das terras, das gentes, dos trilhos e da natureza... por isto continua a crer no jornalismo de proximidade. Já esteve mais longe de forrar as paredes de casa com estantes de livros. Não troca a paz da consciência tranquila e a gargalhada dos seus por nada deste mundo.
PUB

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

APOIE O NOSSO JORNAL, TORNE-SE UM LEITOR BENEMÉRITO

Se lê regularmente as nossas notícias torne-se um leitor benemérito fazendo contribuições a partir de 10€/mês, ou doando valores iguais ou superiores a 100€. Esses leitores passam a constar da ficha-técnica como apoiantes deste projeto independente de jornalismo. Pode também fazer uma contribuição pontual (5€, 10€, 20€, o que puder e quiser).