Apoie o jornalismo que fazemos,
junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Sexta-feira, Setembro 24, 2021

Apoie o jornalismo que fazemos, junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Sertã: Artesãos do concelho receberam visita de criativos

Alunos da Escola Superior de Artes e Design de Caldas da Rainha visitaram recentemente um conjunto de artesãos do concelho da Sertã com o objetivo de dar a conhecer as capacidades destes e as práticas associadas à floresta e aos diversos recursos do pinhal da Sertã.

- Publicidade -

Esta visita decorreu pelas mãos do Balcão Sertã 3G, em parceria com a Câmara Municipal da Sertã, INSER e a APROSER, tendo sido recebido um grupo de criativos do projeto SILOS Contentor Criativo (plataforma de incubação para a criatividade, um projeto que trabalha preferencialmente com alunos e ex-alunos da Escola Superior de Artes e Design de Caldas da Rainha).

O dia começou com a visita ao pinhal do Cousido, onde os criativos puderam contactar com as espécies autóctones (medronheiros, estevas, carqueja, etc), ver a origem da matéria-prima de muitos dos seus trabalhos e assistir à explicação do processo de resinagem dos pinheiros por parte do Sr. José Simão.

- Publicidade -

serta_criativos visitam artesaos_serraçao (Foto: Balcão Sertã 3G)
Os criativos das Caldas da Rainha visitaram uma serração da Sertã onde puderam ver como é tratada a madeira (Foto: Balcão Sertã 3G)

Depois do almoço, com arroz de maranho na ementa, na Escola Tecnológica e Profissional da Sertã, a Serração José Lopes e Filhos Lda. abriu as portas a uma visita guiada pelas suas instalações, onde pôde ser visto como é feito o corte dos toros e a secagem e tratamento da madeira que foram criteriosamente explicados pelo empresário Rui Lopes.

No Carpinteiro, os criativos do SILOS das Caldas da Rainha puderam aprender a trabalhar o ferro de forma artesanal com o Sr. Laureano Esteves, que demonstrou como se faz uma sertã em ferro.

A Colmeiser, através de empreendedor Ricardo Sequeira, proporcionou aos criativos uma dupla aprendizagem, por um lado as colmeias produzidas em madeira de pinho, por outro, a explicação no terreno da produção do mel.

Colmeiser, através de empreendedor Ricardo Sequeira, proporcionou aos criativos uma dupla aprendizagem, por um lado as colmeias produzidas em madeira de pinho, por outro, a explicação no terreno da produção do mel (Foto: Balcão Sertã 3G)
Na Colmeiser, o empreendedor Ricardo Sequeira, mostrou aos criativos como são as colmeias produzidas em madeira de pinho e explicou no terreno da produção do mel (Foto: Balcão Sertã 3G)

Na antiga Escola Primária da Carvalha, agora recuperada, a artesã Maria Luísa fez uma representação viva da tecelagem do linho e explicou de que forma se obtém aquela matéria-prima, desde a semente ao fio.

Os criativos Eneida Tavares, Samuel Reis e Paulo Sellmayer (CEO da Vicara) tiveram ainda a oportunidade de mostrar e explicar as suas peças na sede do Balcão Sertã 3G, na Antiga Escola Primária da Abegoaria, na presença da vereadora da Câmara Municipal da Sertã, Cláudia André e dos representantes da INSER (Incubadora da Sertã), Carla Montargil, e da APROSER (Associação de Produtores da Sertã), Nuno Henriques, parceiros desta iniciativa.

A equipa do Balcão Sertã 3G (constituída pela coordenadora Isabel Costa e equipa técnica Cátia Ferreira e António Gaspar), integrada no projeto de intervenção social implementado no âmbito do Programa CLDS 3G, dinamizou esta atividade no sentido de valorizar o artesanato e as matérias-primas que o pinhal da Sertã tem para oferecer.

Entrou no mundo do jornalismo há cerca de 13 anos pelo gosto de informar o público sobre o que acontece e dar a conhecer histórias e projetos interessantes. Acredita numa sociedade informada e com valores. Tem 35 anos, já plantou uma árvore e tem três filhos. Só lhe falta escrever um livro.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome