Apoie o jornalismo que fazemos,
junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Sábado, Julho 24, 2021

Apoie o jornalismo que fazemos, junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Sertã | Aprovado voto de louvor ao comandante dos bombeiros, Rui Esteves

O executivo municipal da Sertã aprovou na reunião de 21 de dezembro, realizada em Pedrógão Pequeno,  um voto de louvor ao Comandante Distrital de Operações de Socorro de Castelo Branco, Rui Esteves. A distinção, aprovada por unanimidade, deve-se, de acordo com o presidente da autarquia, José Farinha Nunes (PSD) pelo modo como este tem comandado as forças de proteção civil no concelho, quando este é assolado por situações de risco.

- Publicidade -

“Ao longo dos anos o concelho da Sertã tem sido assolado por vários tipos de ocorrência, cheias e inundações, tornado e acidentes rodoviários e incêndios”, justificou José Farinha Nunes, considerando que  “em cada ocorrência é evidente o empenho e a preocupação do Sr. Comandante Distrital para que as operações resultem na menor área ardida, garantindo sempre a segurança dos bombeiros presentes”.

Foi ainda enaltecido “o seu elevado compromisso” em apoiar as Corporações dos Bombeiros Voluntários da Sertã e de Cernache do Bonjardim, tanto através de formação contínua e de aperfeiçoamento, como na aquisição de veículos, equipamento ou melhoria das infraestruturas, destacando-se também “a preocupação em deslocar para o local das ocorrências, num curto espaço de tempo, os meios necessários terrestres e aéreos para minimizar ao máximo as respetivas consequências”.

- Publicidade -

Recorde-se que o executivo já tinha aprovado um voto de louvor a todo o dispositivo de proteção civil mas o comando não estava incluído. “Há uma eficiência e eficácia extraordinárias através da disponibilidade de meios, em minutos”, considerou Farinha Nunes. Em 2016 ocorreram 57 incêndios e arderam 76 hectares de floresta no concelho da Sertã.

Já nesta quarta-feira, 28 de dezembro, ficou a saber-se que Rui Esteves, atual Comandante Distrital de Operações de Socorro de Castelo Branco será o novo Comandante Nacional Operacional da Proteção Civil, substituindo assim José Manuel Moura.

Aos 12 anos já queria ser jornalista e todo o seu percurso académico foi percorrido com esse objetivo no horizonte. Licenciada em Jornalismo, exerce desde 2005, sempre no jornalismo de proximidade. Mãe de uma menina, assume que tem nas viagens a sua grande paixão. Gosta de aventura e de superar um bom desafio. Em maio de 2018, lançou o seu primeiro livro de ficção intitulado "Singularidades de uma mulher de 40", que marca a sua estreia na escrita literária, sob a chancela da Origami Livros.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here