Apoie o jornalismo que fazemos,
junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Sexta-feira, Outubro 22, 2021

Apoie o jornalismo que fazemos, junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Sertã | Alunos uniram-se ao grito de alerta para as alterações climáticas

Um grupo de alunos do Agrupamento de Escolas da Sertã aderiu ao movimento nacional «Greve à escola pelo clima», inserido no movimento internacional «School Strike 4 Climate», e manifestou-se na sexta-feira, dia 15 de março, numa marcha pelo centro da vila, na Alameda da Carvalha bem como em frente ao edifício da Câmara Municipal.

- Publicidade -

Os alunos foram-se instalando em frente aos Paços do Concelho, clamando pela atenção dos políticos e representantes de instituições e entidades presentes para a sessão de inauguração dos Espaços Cidadão da Sertã e Pedrógão Pequeno. Erguiam cartazes onde se liam frases alusivas à marcha global, nomeadamente “Terra a Morrer, Políticos Só a Ver”, “Não há planeta B”, “Planet Before Profit”, “- CO2 + Futuro” e “SOS” e em coro lembravam a importância de agir e mudar comportamentos e consciências a fim de assegurar um planeta com futuro.

Presente na iniciativa, o Secretário de Estado-Adjunto e da Modernização Administrativa, Luís Goes Pinheiro, não quis deixar de cumprimentar e agradecer aos jovens a sua postura, falando à porta-voz da iniciativa, Matilde Salgueiro, e louvando a presença de todos os manifestantes.

- Publicidade -

Foto: mediotejo.net

“Estas são as causas pelas quais vale a pena lutar”, disse Luís Goes Pinheiro, aplaudindo todos os alunos envolvidos junto do autarca sertaginense, José Farinha Nunes, e do representante da Agência para a Modernização Administrativa, Jorge Marques.

Após o momento, os jovens desceram até à Alameda da Carvalha onde permaneceram durante a tarde, junto à Casa da Cultura da Sertã, chamando a atenção dos automobilistas e transeuntes que por ali circulavam naquela que é a zona mais central da Sertã.

Recorde-se que a 15 de março, foram várias as escolas a nível mundial cujos alunos aderiram a uma greve às aulas, com o objetivo de alertar os políticos para a importância de defender o futuro do planeta e lutar contra as alterações climáticas.

Apenas com 16 anos, tem alertado os líderes mundiais para a necessidade de uma maior defesa do clima, e já discursou na Conferência das Nações Unidas para o Clima (COP), na Polónia, e no Fórum Económico Mundial, em Davos, na Suíça.
Greta, a inspiração para todos os alunos um pouco por todo o mundo, encontra-se nomeada para o Prémio Nobel da Paz.
Fotogaleria:

Formada em Jornalismo, faz da vida uma compilação de pequenos prazeres, onde não falta a escrita, a leitura, a fotografia, a música. Viciada no verbo Ir, nada supera o gozo de partir à descoberta das terras, das gentes, dos trilhos e da natureza... também por isto continua a crer no jornalismo de proximidade. Já esteve mais longe de forrar as paredes de casa com estantes de livros. Não troca a paz da consciência tranquila e a gargalhada dos seus por nada deste mundo.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome