Apoie o jornalismo que fazemos,
junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Sexta-feira, Setembro 17, 2021

Apoie o jornalismo que fazemos, junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Semana Santa do Sardoal | Tapetes de flores geram autênticas obras de arte

Em tempo de cerimónias pascais, o concelho de Sardoal recebe a Semana Santa, entre Quinta-feira Santa (13 de abril) e Domingo de Páscoa (16 de abril). Como habitual, as Igrejas e capelas do concelho vão estar adornadas e deixar todos de olhos postos no chão para contemplar os tapetes feitos de coloridas e variadas pétalas de flores e verduras naturais, que fazem o gosto a quem por lá passa, crentes e não crentes. Julga-se que esta tradição cultural é única no país e atrai todos os anos milhares de visitantes.

Resultado do empenho da comunidade sardoalense, que pensa, organiza, desenha e cria um resultado final que se traduz em verdadeiras obras de arte, os enfeites na vila são efetuados nas Igrejas da Misericórdia e do Convento de Santa Maria da Caridade e nas Capelas do Espírito Santo, Nossa Senhora do Carmo, S. Sebastião, Sant’Ana, Santa Catarina e Senhor dos Remédios.

Pelo quarto ano consecutivo, as aldeias do concelho, caso das paróquias de Santiago de Montalegre e Alcaravela, juntam-se à iniciativa no adorno das Igrejas e Capelas fora do centro da vila. Presa, Panascos, Vale das Onegas, Santiago de Montalegre (Igreja antiga junto ao cemitério), Mivaqueiro, Valhascos (Igreja de Nª Sr.ª da Graça e S. Bartolomeu), Cabeça das Mós, Entrevinhas, Venda Nova, Andreus e S. Simão também embelezaram os seus templos religiosos na edição de 2017 da Semana Santa de Sardoal, podendo ser visitados entre sexta e domingo das 14h30 às 18h00.

Fotos: CM Sardoal

Sempre relacionados com símbolos pascais e religiosos, os tradicionais tapetes floridos são uma das iniciativas mais emblemáticas das Celebrações da Semana Santa e Páscoa em Sardoal, chegando a atrair todos os anos milhares de visitantes, considerando-se que esta é uma tradição cultural única no país, remontando a um passado longínquo, sabendo-se que já existia com grande esplendor no século XIX, segundo a autarquia.

Para quem quiser visitar esta mostra de arte nas Igrejas e capelas, a autarquia disponibiliza transporte nos dias 14 e 15 de abril (sexta e sábado), com partida do Centro Cultural Gil Vicente, pelas 14h30.

Horários de Abertura das Igrejas e Capelas para visita na vila:

Quinta-feira Santa (dia 13 de abril) – das 14h às 24 h
Sexta-feira Santa (dia 14 de abril) – das 10h às 21h30
Sábado (dia 15 de abril) e Domingo (dia 16 de abril) – das 10h às 19h

Horário da Igreja Matriz :
De Quinta-feira 13 de abril a Sábado 15 de abril– das 15h às 19h
Domingo 16 de abril – das 15h às 17h

Programas Religioso e Complementar disponíveis em www.cm-sardoal.pt

Veja a fotogaleria e deixe-se encantar com esta tradição cultural sardoalense que move há longos anos as gentes do concelho e da região.

Formada em Jornalismo, faz da vida uma compilação de pequenos prazeres, onde não falta a escrita, a leitura, a fotografia, a música. Viciada no verbo Ir, nada supera o gozo de partir à descoberta das terras, das gentes, dos trilhos e da natureza... também por isto continua a crer no jornalismo de proximidade. Já esteve mais longe de forrar as paredes de casa com estantes de livros. Não troca a paz da consciência tranquila e a gargalhada dos seus por nada deste mundo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome