Apoie o jornalismo que fazemos,
junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Sábado, Setembro 25, 2021

Apoie o jornalismo que fazemos, junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Semana Santa do Sardoal | A noite de devoção iluminada pelos Fogaréus

É conhecida como a mais mística e imponente das três procissões da Semana Santa de Sardoal. Tem a particularidade de ser realizada ao escurecer, e é na escuridão que ganha forma e sentido, pois a iluminação pública deixa de estar acesa para dar lugar às velas e lamparinas nos muros, janelas e parapeitos, que traçam de luz as ruas da vila. Acontece na Quinta-feira Santa, pelas 21h30, saindo da Igreja da Misericórdia.

Nesta noite, as cerimónias começam com a cerimónia do Lava-pés, seguindo depois para a Igreja Matriz, onde sai a Procissão dos Fogaréus ou do Senhor da Misericórdia, que já se faz acompanhar de um clarão alaranjado provocado pelos archotes, velas e candeias em punho.

As Bandeiras da Misericórdia seguem na frente, a anunciar o Senhor da Misericórdia, uma escultura do século XVII de Cristo Crucificado, que antecede os sacerdotes. A cerimónia é acompanhada pela Filarmónica União Sardoalense que com marchas fúnebres marca o passo dos crentes que seguem em procissão, em silêncio, cada um com a sua vela, com o peito cheio de fé, cumprindo-o por promessa ou simplesmente por devoção. Já no Convento de Santa Maria da Caridade, é hora do Sermão do Mandato para, depois, se regressar à Igreja da Misericórdia.

Fotos: CM Sardoal

A procissão, organizada pela Irmandade da Santa Casa da Misericórdia de Sardoal desde há séculos, deixa ainda contemplar as réplicas dos painéis, aproximadamente datados do século XVIII, e que são pertença da Misericórdia, representando Cenas da Paixão de Cristo. Seguem duas bandeiras com Nossa Senhora da Misericórdia na frente, sendo o reverso com Nossa Senhora da Piedade, e estão representadas A Flagelação, Coroação de Espinhos e Caminho do Calvário.

Mas além desta procissão, seguem-se mais duas até ao Domingo de Páscoa…

Sexta-feira Santa – Procissão do Enterro do Senhor

Fotos: CM Sardoal

O percurso faz-se pelas Ruas Velhas, a partir das 19h00, seguindo até à Igreja de Santa Maria da Caridade. De regresso à Igreja Matriz, realizam-se as Cerimónias do Enterro do Senhor. Participam nesta procissão a Irmandade da Vera Cruz ou dos Santos Passos e a Irmandade do Santíssimo Sacramento. Este cortejo fúnebre é igualmente acompanhado pelas marchas fúnebres tocadas pela Filarmónica União Sardoalense.

A Sexta-feira Santa é um dia alitúrgico, não se celebrando a Missa uma vez que se assinala a morte de Cristo, seguindo a ideologia cristã.

Domingo de Páscoa – Procissão da Ressurreição

Fotos: CM Sardoal

Na manhã de Domingo, celebra-se a Páscoa, o júbilo pela ressurreição de Cristo. A procissão sai da Igreja Matriz, com crianças vestidas de anjinhos, com fatos de cores mais vivas e tecidos suaves. Também os sacerdotes envergam cores mais vivas. Das janelas e varandas caem mantas e colchas coloridas, as mais finas da casa que só servem esse efeito. O percurso desta procissão é mais curto, pois percorre apenas algumas ruas da vila, terminando na Igreja Matriz.

Aqui, também as ruas ganham outra cor, com os enfeites de flores e verduras que traçam caminho ao longo do percurso da procissão.

 

Formada em Jornalismo, faz da vida uma compilação de pequenos prazeres, onde não falta a escrita, a leitura, a fotografia, a música. Viciada no verbo Ir, nada supera o gozo de partir à descoberta das terras, das gentes, dos trilhos e da natureza... também por isto continua a crer no jornalismo de proximidade. Já esteve mais longe de forrar as paredes de casa com estantes de livros. Não troca a paz da consciência tranquila e a gargalhada dos seus por nada deste mundo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome