Apoie o jornalismo que fazemos,
junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Quarta-feira, Julho 28, 2021

Apoie o jornalismo que fazemos, junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Trincanela

Secretário de Estado desafia Águas do Ribatejo a integrar mais municípios

O Secretário de Estado do Ambiente, Carlos Martins inaugurou este sábado as obras dos sistemas de abastecimento de água da Águas do Ribatejo nos concelhos de Almeirim, Salvaterra de Magos e Coruche tendo anunciado a aprovação de candidaturas no valor de cerca de 10 ME que vão permitir construir sistemas de saneamento nas freguesias rurais do concelho de Torres Novas.

- Publicidade -

O representante do Governo considerou que a Águas do Ribatejo é “um bom exemplo da aplicação dos dinheiros públicos e dos fundos comunitários”, desafiando a empresa a abrir as portas à entrada de outros municípios.

“Este modelo concilia a visão empresarial na sua gestão com o espírito de quem presta um serviço público imprescindível aos cidadãos e às empresas”, disse o governante que não poupou elogios ao desempenho da empresa municipal.

- Publicidade -

Durante a cerimónia protocolar em Almeirim, Carlos Martins anunciou a aprovação de duas candidaturas no âmbito do POSEUR PORTUGAL 2020, no valor de cerca de 10 ME, que vai permitir construir sistemas de saneamento nas freguesias rurais do concelho de Torres Novas.

O Presidente da AR, agradeceu a confiança depositada pela Presidente da Comissão Diretiva do POVT, que financiou as obras inauguradas em cerca de 85%. Helena Pinheiro de Azevedo, que gere também o atual programa comunitário POSEUR PORTUGAL 20 20 esteve presente nas inaugurações onde ouviu elogios dos autarcas e do Secretário de Estado.

“Em seis anos a Águas do Ribatejo concretizou mais de 100 ME de obras financiadas por fundos comunitários. Fomos das entidades que executaram maior volume de investimento no país”, destacou Francisco Oliveira.

O autarca recordou que a componente nacional do investimento foi suportada apenas por capitais próprios da AR. A única receita da empresa provêm da fatura paga pelos clientes, tivemos de ir à banca em condições muito difíceis, mas felizmente foi uma aposta ganha.”, disse o líder da AR, que é também presidente da Câmara Municipal de Coruche.

O Secretário de Estado do Ambiente, Carlos Martins revelou conhecer bem o percurso da Águas do Ribatejo que considerou ser um caso de estudo e de motivação.

“Conto com a experiência e o conhecimento da AR para esclarecer os autarcas que terão que tomar decisões sobre o caminho a seguir. Quem melhor que os autarcas desta região e os técnicos da ÁGUAS DO RIBATEJO para me ajudar a levar esta mensagem de que é possível fazer bem unindo os municípios em projetos de interesse intermunicipal”, frisou.

O investimento de mais de 5 ME nas obras inauguradas visa melhorar o abastecimento de água a mais de 50 000 pessoas eliminando metais como o arsénio, ferro ou manganês, melhorando a desinfeção com cloro e estabilizando o PH.

Francisco Oliveira, Presidente da AR revelou que a empresa tem atualmente níveis de cumprimento de “quase 100%” na qualidade da água para consumo. “Hoje podemos afirmar que bebemos água segura e de qualidade e que os tempos de falhas no abastecimento serão cada vez menores porque reforçamos a capacidade de reserva para 48 horas”, disse.

Pedro Ribeiro, presidente da Câmara Municipal de Almeirim enalteceu os méritos do projeto que juntou sete municípios, considerando que pode e deve ser alargado a outras áreas como está a acontecer com os resíduos sólidos. “Juntos fazemos mais por menos. A AR provou que é possível desenvolver projetos que envolvam vários municípios. Este é o caminho”, disse.

A experiência de trabalho nas rádios locais despertaram-no para a importância do exercício de um jornalismo de proximidade, qual espírito irrequieto que se apazigua ao dar voz às histórias das gentes, a dar conta dos seus receios e derrotas, mas também das suas alegrias e vitórias. A vida tem outro sentido a ver e a perguntar, a querer saber, ouvir e informar, levando o microfone até ao último habitante da aldeia que resiste.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome