Terça-feira, Março 2, 2021
- Publicidade -

Secretária de Estado-adjunta e da Justiça visitou Tribunal de Abrantes

A secretária de Estado Adjunta e da Justiça visitou ao final da tarde do dia 10 de fevereiro o edifício do Tribunal, em Abrantes, no âmbito de um périplo que está a realizar pelo país para avaliação das alterações ocorridas com a entrada em funcionamento do mapa judiciário, em vigor desde setembro de 2014.

- Publicidade -

Numa visita guiada pelo Juiz presidente da Comarca de Santarém, João Guilherme Silva, na qual participou também o presidente da delegação de Abrantes da Ordem do Advogados, Santana-Maia Leonardo, a secretária de Estado, Helena Ribeiro, ouviu as preocupações da presidente da Câmara Municipal de Abrantes sobre as dificuldades resultantes da nova organização judiciária para a comunidade onde este tribunal se insere.

Maria do Céu Albuquerque considerou esta visita de trabalho da maior importância por permitir um conhecimento mais aprofundado com a realidade, reconhecer assimetrias e recolher contributos para as corrigir.

- Publicidade -

A secretária de Estado explicou que para o ministério da Justiça é uma prioridade a avaliação das situações decorrentes da reforma do mapa judiciário e que a tutela “tudo fará para aproximar os cidadãos dos tribunais”.

A experiência de trabalho nas rádios locais despertaram-no para a importância do exercício de um jornalismo de proximidade, qual espírito irrequieto que se apazigua ao dar voz às histórias das gentes, a dar conta dos seus receios e derrotas, mas também das suas alegrias e vitórias. A vida tem outro sentido a ver e a perguntar, a querer saber, ouvir e informar, levando o microfone até ao último habitante da aldeia que resiste.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
O seu nome

APOIE O NOSSO JORNAL, TORNE-SE UM LEITOR BENEMÉRITO

Se lê regularmente as nossas notícias torne-se um leitor benemérito fazendo contribuições a partir de 10€/mês, ou doando valores iguais ou superiores a 100€. Esses leitores passam a constar da ficha-técnica como apoiantes deste projeto independente de jornalismo. Pode também fazer uma contribuição pontual (5€, 10€, 20€, o que puder e quiser).