- Publicidade -

Terça-feira, Dezembro 7, 2021
- Publicidade -

Sardoal | Vasco Carola recandidata-se à presidência do clube ‘Os Lagartos’

O atual presidente da direção do Grupo Desportivo e Recreativo Os Lagartos, de Sardoal, Vasco Carola, vai recandidatar-se a mais um mandato de dois anos à frente do clube a que preside desde outubro de 2013. A decisão foi anunciada após a assembleia geral do clube realizada na sexta-feira e em que as contas referentes ao exercício de 2018 foram aprovadas por unanimidade.

- Publicidade -

“Decidi recandidatar-me após ponderar as manifestações de apoio e de pedido de continuidade à frene do clube por parte dos sócios e dos pais dos jovens dos escalões de formação”, disse ao mediotejo.net o dirigente desportivo.

“Os jovens de Sardoal e o poder disponibilizar-lhes a prática desportiva em são convívio são a principal motivação da direção, num trabalho associativo cansativo mas compensador pelo espírito de grupo e de amizade que se constrói aqui no clube entre os cerca de 100 atletas, pais, treinadores e dirigentes”.

- Publicidade -

Vasco Carola, 40 anos, funcionário público e presidente do clube desde 25 de outubro de 2013, assume assim a recandidatura para mais um mandato de dois anos à frente do clube de Sardoal, nas eleições que vão decorrer este mês de junho.

Vasco Carola, 40 anos, vai recandidatar-se a mais um mandato à frente d’Os Lagartos’ de Sardoal. Foto: mediotejo.net

O Grupo Desportivo e Recreativo Os Lagartos, de Sardoal foi fundado a 29 de janeiro de 1981, teve este ano nove equipas e cerca de 130 jovens, entre os quais 100 federados, a competir nos escalões de petizes, traquinas, benjamins Sub10, benjamins Sub11, infantis B, Infantis A, iniciados, juvenis e juniores, para além dos seniores, escalão que regressou esta época após muitos anos de ausência.

A experiência de trabalho nas rádios locais despertaram-no para a importância do exercício de um jornalismo de proximidade, qual espírito irrequieto que se apazigua ao dar voz às histórias das gentes, a dar conta dos seus receios e derrotas, mas também das suas alegrias e vitórias. A vida tem outro sentido a ver e a perguntar, a querer saber, ouvir e informar, levando o microfone até ao último habitante da aldeia que resiste.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome