Sardoal | Uma procissão dos Fogaréus muito diferente (c/vídeo)

Procissão dos Fogaréus, Sardoal. Foto: Paulo Jorge de Sousa

Como seria o Sardoal na noite de quinta-feira santa, quando se costuma realizar a Procissão do Senhor da Misericórdia (ou dos Fogaréus), sem poder haver procissão e, sobretudo, sem pessoas nas ruas? O trabalho final é este vídeo, do fotógrafo Paulo Jorge de Sousa.

PUB

PUB

“Foi estranho andar nas ruas desertas e escuras, quando, àquela hora estariam por ali largas centenas de pessoas com a sua fé e a sua luz, a participar numa procissão que não deixa ninguém indiferente.

E mais estranha ficou a noite quando eu passava na Praça da República, deserta, sem vida e em silêncio absoluto e se começou a ouvir um trompete, ao longe, com a música que a Filarmónica União Sardoalense estaria ali a tocar naquela procissão.

PUB

Foi uma sensação única, irrepetível. Muito obrigado César Grácio.”

Fotografias de Paulo Jorge de Sousa, trompete de César Grácio e montagem de Ricardo Ribeiro.

PUB
APOIE O NOSSO JORNAL, TORNE-SE UM LEITOR BENEMÉRITO

Se lê regularmente as nossas notícias torne-se um leitor benemérito fazendo contribuições a partir de 10€/mês, ou doando valores iguais ou superiores a 100€. Esses leitores passam a constar da ficha-técnica como apoiantes deste projeto independente de jornalismo. Pode também fazer uma contribuição pontual (5€, 10€, 20€, o que puder e quiser), através do IBAN PT50001800034049703402024 (conta da Médio Tejo Edições) ou usar o MB Way, com o telefone 962 393 324.

PUB

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here