Apoie o jornalismo que fazemos,
junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Terça-feira, Outubro 19, 2021

Apoie o jornalismo que fazemos, junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Sardoal | Três dias de festa para (re)descobrir artes, sabores, desportos e tradições

As festas do concelho já estão na entrada do Sardoal a aguardar pela tarde desta sexta-feira, dia 21, data em que lhes é dada luz verde para seguir caminho até ao centro da vila acompanhadas pelo secretário das Autarquias Locais, Carlos Miguel. Nesse momento, começam três dias com espetáculos de música, folclore e teatro, atividades desportivas, exposições, animação infantil, passeio de chapa amarela pela EN2 e stands com produtos locais para conhecer e provar.

- Publicidade -

O início das Festas do Concelho do Sardoal está marcado para a tarde de sexta-feira, mas a animação começa às 23h00 do dia anterior com a música dos Fun2Rock no Largo da Filarmónica / Escola, junto da Igreja Matriz e da tasquinha da Filarmónica União Sardoalense. Um entre os mais de dez espaços dedicados ao petisco que vão estar espalhados pela vila durante os três dias. Outros sabores juntam-se a estes e ao artesanato na Mostra de Saberes e Sabores que é inaugurada às 17h00 de sexta-feira pelo secretário das Autarquias Locais, Carlos Miguel.

A comitiva é recebida pelas 16h30 na Câmara Municipal, seguindo para a abertura oficial, que também inclui a inauguração das duas exposições que ficam patentes no Centro Cultural Gil Vicente durante e após os festejos. A primeira, intitulada “Gil Vicente por Armando Correia”, dá a conhecer as esculturas em cerâmica do artista no foyer até 23 de novembro e a segunda partilha peças documentais que fazem parte da história centenária da União Filarmónica Sardoalense no Espaço Cá da Terra até 1 de dezembro.

- Publicidade -

Fun2Rock. Foto: Jorge Santiago/mediotejo.net

Os primeiros acordes musicais do programa oficial das festas surgem nesta data em três locais, começando com a atuação dos Cant’Abrantes na Praça Nova, às 20h30, à qual se seguem os primeiros cabeças-de-cartaz, os irreverentes Melech Mechaya, que aceleram o ritmo na Praça da República a partir das 22h30. A festa continua na Tasquinha do Parque, localizada no parque de estacionamento, a partir da meia-noite com a Banda Réplika e a partir das três da manhã com Lizard Crew.

O sábado, dia 22, é o dia em que se assinala a elevação do Sardoal a vila por D. João III, em 1531, e começa com a cerimónia oficial do Dia do Concelho que inclui Guarda de Honra da União Filarmónica Sardoalense e dos Bombeiros Municipais do Sardoal, a par do momento simbólico em que os trabalhadores da autarquia com 25 anos de serviço são distinguidos no Salão Nobre dos Paços do Concelho.

Exposição “Gil Vicente por Armando Correia”. Foto: DR

Os cerca de 30 stands que integram a Mostra de Saberes e Sabores abrem às 14h00, horário que se repete no domingo tal como as atividades infantis que a acompanham. Pouco depois, pelas 16h00, as atividades desportivas começam a surgir no programa com o torneio de futebol em que o C.D.R. “Os Largartos” de Sardoal e o Grupo Desportivo de Alcaravela disputam a Taça da Amizade.

O Parque Desportivo Municipal é, igualmente, o local onde estes clubes apresentam as suas equipas de seniores, o primeiro para o Campeonato Distrital e o segundo para o Campeonato do INATEL.

A cultura surge à mesma hora no palco do Centro Cultural Gil Vicente com a apresentação da peça teatral “Festa é Festa” pelo grupo GETAS – Associação Cultural e percorre a vila até à Praça Nova, onde chega às 18h00 para a atuação do Rancho Folclórico “Os Resineiros” de Alcaravela.

Grupo Ala dos Namorados. Foto: DR

A meio do percurso poderá cruzar-se com os participantes no Passeio da Chapa Amarela, organizado pela associação “Os Duros”, que a partir da mesma hora começam a percorrer a Estrada Nacional 2, com ponto de partida e chegada no Sardoal e passagem por Vila de Rei. O resto do dia é dedicado à música, que começa na Praça Nova com o grupo Sons Lusitanos, às 21h00.

Os segundos cabeças-de-cartaz das Festas do Concelho são os Ala dos Namorados que comemoram os 25 anos de carreira no palco da Praça da República, a partir das 22h30, com temas que gente de todas as idades sabe de cor. A Tasquinha do Parque recebe o último concerto do segundo dia, quando a Banda T começar a atuar à meia-noite.

Edição de 2017 do Festival Hípico. Foto: mediotejo.net

Os festejos anuais entram na última data, domingo, com o arranque do Festival Hípico às 10h00, que inclui diversas provas (escolas, pequena, média e grande) e volteio e iniciação aos andamentos a cavalo para crianças e jovens no Freião, junto ao Eucalipto Grosso. O desporto continua, pelas 16h30, com a demonstração de karaté da ANAM – Associação Nacional de Artes Nacionais na Praça Nova, dando lugar à cultura, que ocupa o espaço a partir das 18h30 durante a atuação da União Filarmónica Sardoalense.

A edição de 2018 começa despedir-se com a música que muitos associam à saudade e a Praça da República recebe Teresa Tapadas, António Pinto Basto, Maria Ana Bobone, Rodrigo Costa Félix e Mafalda Arnauth, os últimos cabeças-de-cartaz, no espetáculo “Fadoando”. É na Tasquinha do Parque que se diz “até para o ano”, depois do concerto de Marco Morgado, marcado para as 23h30.

Mapa das Festas do Concelho 2018. Foto: CM Sardoal

Nasceu em Vila Nova da Barquinha, fez os primeiros trabalhos jornalísticos antes de poder votar e nunca perdeu o gosto de escrever sobre a atualidade. Regressou ao Médio Tejo após uma década de vida em Lisboa. Gosta de ler, de conversas estimulantes (daquelas que duram noite dentro), de saborear paisagens e silêncios e do sorriso da filha quando acorda. Não gosta de palavras ocas, saltos altos e atestados de burrice.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome

Artigo anteriorBreves | Cultura
Próximo artigoBreves | Cultura