Sardoal | PS defende zona de lazer na Barragem da Lapa, PSD diz que APA impede

Lapa, Sardoal. Foto arquivo: mediotejo.net

Os números revelam que o Turismo do primeiro verão covid-19 em Portugal passa pelo Interior do País. Mas Sardoal não tem uma zona de lazer, notou na última reunião de executivo municipal o vereador socialista Carlos Duarte. Já não é a primeira vez que os eleitos pelo PS sugerem a zona da Barragem da Lapa como um local onde poderia nascer uma zona de lazer, mas Miguel Borges (PSD) lembra que tal sugestão mereceu parecer desfavorável da Agência Portuguesa do Ambiente, tornando esse investimento uma impossibilidade.

PUB

“Tivemos de sair do concelho e ir até Vila de Rei”, começou por fazer notar o vereador Carlos Duarte na última reunião de executivo, relatando que “uns amigos pernoitaram em autocaravana no concelho” mas foi na Praia Fluvial de Fernandaires que encontraram um espaço de lazer.

“Continuamos com a falta de um espaço de lazer com água, natureza, que, como se sabe, é uma falta que existe no Sardoal há muito tempo. Leva-me a crer que deveríamos trabalhar mais a questão da Barragem da Lapa. Já sabemos as condicionantes, sabemos que é difícil mas relembro há uns anos também achava que a Câmara poderia avançar para uma Creche porque a que tínhamos não era suficiente e também me disse na altura que estava fora de questão e hoje estamos aqui a falar em algo que estava fora de questão como uma realidade”, refletiu o vereador eleito pelo Partido Socialista.

PUB

Em resposta, o presidente da Câmara Municipal, Miguel Borges (PSD), lembrou que Carlos Duarte recentemente levantou em reunião de executivo “preocupação por estarmos num período de covid-19 e alguém fechou a água na Rosa Mana” possibilitando os banhos e representando, por isso, risco de ajuntamentos.

Relativamente à sugestão de Sardoal “ter um parque aquático, acho que não há ninguém aqui que não gostaria de o ter, mas gostaria que o senhor tivesse uma maior proatividade e dissesse como? Não conseguimos perceber”, respondeu Miguel Borges, reconhecendo ser a Barragem da Lapa “o sitio ideal” para uma zona de lazer.

PUB
Lapa, Sardoal. Foto arquivo: mediotejo.net

O presidente recorda que, há cerca de um ano, o executivo elaborou uma candidatura “aprovada para fazer uma zona de lazer da Lapa. Mas obrigatoriamente teria de ter o parecer [favorável] da APA (Agência Portuguesa do Ambiente). Indeferiu o pedido de renovação do titulo de utilização de recursos hídricos para a requalificação e valorização da zona de lazer da Lapa na ribeira de Arcês”, deu conta, lendo o parecer: “Zona de respeito da Barragem, dos órgãos de segurança, faixa delimitada. Face ao exposto conclui-se que não deverão ser permitidas nem incentivadas este tipo de atividades perante os cenários de risco tão característicos deste tipo de infraestruturas”.

Barragem da Lapa. Foto: DR

O presidente garantiu que “enquanto a APA mantiver este parecer e enquanto for necessário o parecer da APA para fazermos lá alguma coisa, claro que só temos de manter esta posição. Temos pena? Temos!”, concluiu.

A Barragem da Lapa entrou em funcionamento em dezembro de 2002 sendo o equipamento para abastecimento de água à população do concelho, inaugurado pelo então ministro das Cidades, Ordenamento do Território e Ambiente, Isaltino Morais, do Governo de Durão Barroso.

Uma obra que custou cerca de 5 milhões de euros, financiados em 55 por cento pelo FEDER (Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional) 30 por cento pelo Instituto da Água e 15 por cento pela autarquia. Na época era presidente da Câmara Municipal de Sardoal, Fernando Moleirinho, do PSD.

Notícia relacionada:

Sardoal | Executivo e oposição juntos na vontade de fazer da Lapa praia fluvial

APOIE O NOSSO JORNAL, TORNE-SE UM LEITOR BENEMÉRITO

Se lê regularmente as nossas notícias torne-se um leitor benemérito fazendo contribuições a partir de 10€/mês, ou doando valores iguais ou superiores a 100€. Esses leitores passam a constar da ficha-técnica como apoiantes deste projeto independente de jornalismo. Pode também fazer uma contribuição pontual (5€, 10€, 20€, o que puder e quiser).

pub

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here