- Publicidade -

Sardoal | Pedro Duque é o candidato do PS à Câmara Municipal, Adérito Garcia à Assembleia (C/ÁUDIO)

Pedro Duque encabeça a lista candidata à Câmara Municipal de Sardoal do Partido Socialista (PS) e Adérito Garcia à Assembleia Municipal nas autárquicas deste ano e em que Miguel Alves recandidata-se à Junta de Freguesia de Sardoal. Ao mediotejo.net Pedro Duque diz que a sua candidatura pretende “dar um novo sentido à realidade sardoalense” considerando um território “amorfo” sendo o objetivo implementar “uma perspetiva de maior dinamismo, um novo despertar” para o concelho de Sardoal.

- Publicidade -

A Comissão Política Concelhia do Partido Socialista de Sardoal, reunida no dia 27 de março de 2021, aprovou por unanimidade, o nome do atual vereador Pedro Duque como candidato do Partido Socialista à Câmara Municipal de Sardoal para as Eleições Autárquicas de 2021.

Pedro Miguel Lobato Duque, tem 47 anos, nasceu a 5 de julho de 1973 em Panascos, freguesia de Alcaravela, Sardoal. É licenciado em Gestão de Empresas e Inspetor Tributário da Autoridade Tributária, em Santarém.

- Publicidade -

Ao mediotejo.net Pedro Duque diz que a sua candidatura pretende “dar um novo sentido à realidade sardoalense” considerando um território “amorfo” sendo o objetivo implementar “uma perspetiva de maior dinamismo, um novo despertar” para o concelho de Sardoal.

Para tal, Pedro Duque conta com a mesma equipa, nomeadamente com o vereador em exercício, Carlos Duarte, e também com Patrícia Silva.

O PS quer “tentar imprimir um crescimento económico assente no crescimento do emprego” e criar “condições para fixação de novos casais”, diz Pedro Duque.

Além disso “dar uma nova cara dos serviços do município” tornando-os “mais humanizados e mais próximos da população”. O recandidato à Câmara Municipal de Sardoal fala ainda num recurso “esquecido”, dando conta de uma proposta para valorizar a floresta ao mesmo tempo que “permite retorno financeiro aos proprietários” e “uma floresta mais ordenada”.

Reforçar o apoio social é outro objetivo da candidatura de Pedro Duque nomeadamente no que concerne à “aquisição de medicamentos” e ao “acompanhamento” da população sénior. Segundo o candidato o PS pretende criar “uma academia sénior” que promova “um acompanhamento mais diário, dinamizando um conjunto de atividades”.

Para Pedro Duque o apoio municipal “até aqui é limitado a meia dúzia de atividades por ano, a alguns passeios e podemos ir mais além”, considera. Aponta ainda a valorização do património como uma das “principais falhas do PSD”.

OIÇA AQUI O CANDIDATO PEDRO DUQUE

Atual vereador da Câmara Municipal de Sardoal, eleito pelo Partido Socialista, foi a escolha dos militantes socialistas no Sardoal. Em comunicado, a Comissão Política Concelhia do Partido Socialista de Sardoal manifestou “total confiança no nosso candidato, amplo conhecedor do nosso Concelho, associativista e homem de caráter”.

Pelo PS, a encabeçar a lista para a Assembleia Municipal estará o deputado municipal Adérito Garcia sendo que Pedro Duque escusou-se a avançar, neste momento, com os nomes dos candidatos às quatro freguesias do concelho. No entanto, disse ao mediotejo.net que três nomes já estão firmados e à Junta de Freguesia de Sardoal recandidata-se Miguel Alves.

Nas últimas eleições autárquicas, em 2017, foi igualmente o cabeça-de-lista do PS à Câmara Municipal de Sardoal. Integra ainda a Comissão Política Distrital de Santarém daquele partido. O PSD venceu as autárquicas de 2017 sendo que Miguel Borges, o atual presidente do município, já anunciou a sua recandidatura ao cargo.

A sua formação é jurídica mas, por sorte, o jornalismo caiu-lhe no colo há mais de 20 anos e nunca mais o largou. É normal ser do contra, talvez também por isso tenha um caminho feito ao contrário: iniciação no nacional, quem sabe terminar no regional. Começou na rádio TSF, depois passou para o Diário de Notícias, uma década mais tarde apostou na economia de Macau como ponte de Portugal para a China. Após uma vida inteira na capital, regressou em 2015 a Abrantes. Gosta de viver no campo, quer para a filha a qualidade de vida da ruralidade e se for possível dedicar-se a contar histórias.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
O seu nome

APOIE O NOSSO JORNAL, TORNE-SE UM LEITOR BENEMÉRITO

Se lê regularmente as nossas notícias torne-se um leitor benemérito fazendo contribuições a partir de 10€/mês, ou doando valores iguais ou superiores a 100€. Esses leitores passam a constar da ficha-técnica como apoiantes deste projeto independente de jornalismo. Pode também fazer uma contribuição pontual (5€, 10€, 20€, o que puder e quiser).

- Publicidade -