Sábado, Fevereiro 27, 2021
- Publicidade -

Sardoal | Pedro Duque candidato à presidência da concelhia do PS

Pedro Duque encabeça a única lista candidata à Comissão Política Concelhia do Partido Socialista (PS) de Sardoal. O ato eleitoral tem então lugar este sábado, dia 1 de fevereiro.

- Publicidade -

A lista candidata, composta por 15 militantes, sendo 8 efetivos e 7 suplentes, apresenta a moção “Por mais Sardoal”. Pedro Duque é candidato à presidência do Secretariado e Miguel Alves (presidente da Junta de Freguesia de Sardoal) o candidato à Assembleia Geral de Militantes.

A candidatura pretende “dar continuidade ao trabalho que tem sido feito pela Concelhia quer no apoio nas eleições legislativas quer nas eleições autárquicas” explicou Pedro Duque ao mediotejo.net indicando que o PS de Sardoal “já está a trabalhar na planificação” para as eleições autárquicas de 2021.

- Publicidade -

Além disso, pretende a Concelhia do PS de Sardoal “passar a ter representatividade, estar presente, nos diversos órgãos do partido”, notou.

Pedro Miguel Lobato Duque, nasceu a 5 de julho de 1973 em Panascos, freguesia de Alcaravela, Sardoal. É licenciado em Gestão de Empresas e Inspetor Tributário da Autoridade Tributária, em Santarém.

Nas últimas eleições autárquicas, em 2017, foi o cabeça-de-lista do PS à Câmara Municipal de Sardoal, onde desempenha o cargo de vereador. Integra ainda a Comissão Política Distrital de Santarém daquele partido.

Fernando Vasco é o presidente cessante da Comissão Política Concelhia do PS de Sardoal.

A sua formação é jurídica mas, por sorte, o jornalismo caiu-lhe no colo há mais de 20 anos e nunca mais o largou. É normal ser do contra, talvez também por isso tenha um caminho feito ao contrário: iniciação no nacional, quem sabe terminar no regional. Começou na rádio TSF, depois passou para o Diário de Notícias, uma década mais tarde apostou na economia de Macau como ponte de Portugal para a China. Após uma vida inteira na capital, regressou em 2015 a Abrantes. Gosta de viver no campo, quer para a filha a qualidade de vida da ruralidade e se for possível dedicar-se a contar histórias.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

APOIE O NOSSO JORNAL, TORNE-SE UM LEITOR BENEMÉRITO

Se lê regularmente as nossas notícias torne-se um leitor benemérito fazendo contribuições a partir de 10€/mês, ou doando valores iguais ou superiores a 100€. Esses leitores passam a constar da ficha-técnica como apoiantes deste projeto independente de jornalismo. Pode também fazer uma contribuição pontual (5€, 10€, 20€, o que puder e quiser).