Sardoal | Município apela ao Governo para “investimento urgente” nas comunicações

Comunicações móveis e Internet (imagem ilustrativa). Créditos. Pixabay

O presidente da Câmara Municipal de Sardoal, Miguel Borges (PSD), fez uma exposição à Ministra da Coesão Territorial, Ana Abrunhosa, alertando para a falta de qualidade das comunicações no concelho, nomeadamente ao nível da rede móvel e acesso à internet.

PUB

Na missiva enviada, Miguel Borges salienta que “são cada vez maiores as zonas cinzentas de rede móvel, assim como o acesso à Internet”, situação que segundo o autarca “compromete seriamente o desenvolvimento da região que precisa de gente, precisa de empresas que criem postos de trabalho e riqueza.”

Aos jornalistas, à margem da reunião de Câmara Municipal, o presidente lembrou que a qualidade das Comunicações no Concelho já havia sido falada com o primeiro-ministro, quando António Costa esteve em Sardoal “há um ano atrás. É um assunto fundamental! O interior está a ser castrado por problemas de comunicação. Tenho pelo menos um empresário da restauração que já me disse haver pessoas que não vão ao restaurante porque sabem que determinada operador ali não tem rede”, disse, negando que as “zonas cinzentas” sejam na vila, sem especificar os locais optando por falar “na região”.

PUB

Esta preocupação ganha especial relevo numa fase em que a pandemia veio reforçar a procura pelo interior do País que começa a ser “mais procurado, não só por gentes que por cá querem viver, aproveitando as oportunidades do teletrabalho, assim como empresas que se querem fixar nestes territórios onde a qualidade de vida é, em quase tudo, superior à dos grandes centros urbanos.”

Com a pandemia “as pessoas procuram mais o interior” provocando segundo Miguel Borges “um excesso de utilização destas redes. Fizemos autoestradas mas falta o ‘autoestrada’ principal. Se o acesso à Internet continuar como está, é difícil trabalhar! Se queremos trazer empresas para o Interior tem de haver um investimento urgente naquilo que são as comunicações no interior”, defende o autarca.

PUB

Sabendo que o tema “está nas intenções do Governo”, Borges sublinha que o Concelho “não pode esperar muito tempo. Não vale a pena haver incentivos fiscais e outro tipo de incentivos se não tivermos boas comunicações, em termos de Internet e rede móvel, as pessoas não vêm”, assegura.

Desta forma, Miguel Borges apela à sensibilidade da Ministra da Coesão Territorial, na esperança de que este processo possa ser analisado e resolvido. No dia 17 de julho de 2020, o presidente já havia enviado uma mensagem, “um primeiro contacto informal” a Ana Abrunhosa.

O assunto também foi abordado junto do regulador – a Anacom – Autoridade Nacional de Comunicações – aquando de uma reunião de trabalho no âmbito da Comunidade Intermunicipal do Médio Tejo.

A este propósito, ontem, o presidente da Junta de Freguesia de Sardoal, Miguel Alves (PS), na sua página pessoal da rede social Facebook, fez um apelo direto ao presidente da Altice solicitando intervenção nesta matéria dando o exemplo direto da localidade de Andreus onde existirão falhas em termos de comunicação.

Recorde-se que, recentemente, a Assembleia Municipal de Sardoal aprovou por maioria uma alteração orçamental para dar seguimento à criação de um Parque de Negócios em Andreus, para a instalação de novas empresas no concelho. A proposta mereceu os votos favoráveis da bancada do PSD e a abstenção da bancada do PS.

APOIE O NOSSO JORNAL, TORNE-SE UM LEITOR BENEMÉRITO

Se lê regularmente as nossas notícias torne-se um leitor benemérito fazendo contribuições a partir de 10€/mês, ou doando valores iguais ou superiores a 100€. Esses leitores passam a constar da ficha-técnica como apoiantes deste projeto independente de jornalismo. Pode também fazer uma contribuição pontual (5€, 10€, 20€, o que puder e quiser).

pub

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here