Quinta-feira, Março 4, 2021
- Publicidade -

Sardoal | Manuel Araújo regressa ao piano do Centro Cultural Gil Vicente

O Centro Cultural Gil Vicente, no Sardoal, prepara-se para voltar a receber Manuel Araújo esta sexta-feira, dia 10, depois das suas passagens pelo concelho enquanto pianista e na qualidade de subdiretor artístico e docente na Academia Internacional de Música Aquiles Delle Vigne (A2DV).

- Publicidade -

O concerto do músico premiado internacionalmente está marcado para as 21h30 e propõe um repertório com peças de Maurice Ravel, Fryderyk Chopin e Franz Liszt, às quais se junta uma homenagem a António Fragoso, no âmbito do centenário da sua morte, com algumas obras compostas por este durante a I Guerra Mundial.

Manuel Araújo atuou pela primeira vez no concelho por ocasião das celebrações da Semana Santa em 2014 e mais recentemente durante o Encontro Internacional de Piano, realizado no âmbito do protocolo assinado entre o município e a A2DV em janeiro de 2016.

- Publicidade -

Este recital do músico que iniciou os estudos musicais aos cinco anos de idade será apresentado, posteriormente, na Casa da Música, no Porto.

Nasceu em Vila Nova da Barquinha, fez os primeiros trabalhos jornalísticos antes de poder votar e nunca perdeu o gosto de escrever sobre a atualidade. Regressou ao Médio Tejo após uma década de vida em Lisboa. Gosta de ler, de conversas estimulantes (daquelas que duram noite dentro), de saborear paisagens e silêncios e do sorriso da filha quando acorda. Não gosta de palavras ocas, saltos altos e atestados de burrice.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
O seu nome

APOIE O NOSSO JORNAL, TORNE-SE UM LEITOR BENEMÉRITO

Se lê regularmente as nossas notícias torne-se um leitor benemérito fazendo contribuições a partir de 10€/mês, ou doando valores iguais ou superiores a 100€. Esses leitores passam a constar da ficha-técnica como apoiantes deste projeto independente de jornalismo. Pode também fazer uma contribuição pontual (5€, 10€, 20€, o que puder e quiser).