- Publicidade -

Segunda-feira, Dezembro 6, 2021
- Publicidade -

Sardoal | Loja do Cidadão ganha Posto de Atendimento do IEFP em dia de aniversário

Um Protocolo de parceria entre o Município de Sardoal e o Instituto de Emprego e Formação Profissional foi firmado esta terça-feira, 18 de fevereiro, para instalação de um Posto de Atendimento do IEFP na Loja do Cidadão de Sardoal. O Posto de Atendimento do IEFP junta-se a outros serviços ali prestados, como os da Autoridade Tributária, Segurança Social, Ponto JA, Gabinete de Apoio ao Emigrante, Associação Comercial e da Associação de Agricultores, entre outros, estando previsto para breve a instalação de serviços da Tejo Ambiente, um Espaço Empreende e o Arquivo Histórico Municipal.

- Publicidade -

A Loja do Cidadão celebrou quatro anos num percurso que o presidente da Câmara Municipal de Sardoal, Miguel Borges, classificou de “interessante”. Recordou que aquele local era uma antiga panificadora abandonada, adquirida pelo Município “numa lógica de reabilitação urbana” à qual associou a “regeneração urbana” o que no fundo justifica os serviços implementados naquele equipamento municipal.

Por seu lado, a Delegada Regional de Lisboa e Vale do Tejo do Instituto de Emprego e Formação Profissional (IEFP), Isabel Henriques, começou por notar que “o Instituto do Emprego tem uma estrutura descentralizada. Tentamos através dos Centros de Emprego e dos Centros de Formação chegar o mais perto possível das populações”.

- Publicidade -

Passando das palavras aos números, na Região de Lisboa e Vale do Tejo o IEFP possui 22 serviços de emprego e 9 serviços de formação.

Negando a existência de “interioridade” num País como Portugal, Isabel Henriques manifestou-se, no entanto, informada que “as pessoas que vivem mais longe do mar ou mais longe dos centros urbanos têm muitas dificuldades para chegar a alguns serviços. Este é um serviço de proximidade. Ao estabelecermos esta colaboração queremos estar mais perto dos sardoalenses”, afirmou.

Assinatura de um protocolo para instalação do Posto de Atendimento do IEFP na Loja do Cidadão de Sardoal. Créditos: CMS

As freguesias do concelho de Sardoal contam com 139 inscritos no Centro de Emprego como desempregados. Deste número 60% são mulheres. Por isso, a responsável considera haver “um caminho por fazer” no que à paridade diz respeito. “Promovendo o emprego, a qualificação destas pessoas, um conjunto de direitos e de deveres de cidadania que as mulheres poderão começar a exercer”.

Mais se acrescenta que neste grupo, 90% dos desempregados procuram novo emprego e 57% têm o 9º ano de escolaridade ou menos, “o que dificulta muitíssimo a reintegração no mercado de trabalho” disse Isabel Henriques defendo a qualificação com o objetivo da integração no mercado de trabalho, notando a necessidade de facultar conhecimentos que “possam permitir o pleno direito da cidadania digital”.

Há 4 anos, a Loja do Cidadão abriu em Sardoal com “os serviços públicos da Autoridade Tributária, Segurança Social e o Espaço Cidadão”, lembrou também o presidente Miguel Borges. Uma aposta agarrada pelo executivo camarário “com algum risco” devido inclusivamente “ao prazo limitado” para a conclusão do processo, mas criando “uma nova centralidade” que ao longo do tempo foi “ganhando escala”.

No primeiro ano, a Loja do Cidadão de Sardoal contou com 18242 utilizadores, números contabilizados pelo SIGA, no segundo ano 18350, no terceiro 18582 e “no quarto ano aumentámos mais de 1000 utilizadores” indicou Miguel Borges dando, conta de 19519 utilizadores o ano passado.

Posto de Atendimento do IEFP na Loja do Cidadão em Sardoal. Créditos: CMS

Atualmente, naquele espaço, o cidadão encontra serviços da Autoridade Tributária, a Segurança Social, o Espaço do Cidadão, o Ponto JA, o Gabinete de Apoio ao Emigrante, a Associação Comercial, a Associação de Agricultores, e a Direção Regional de Agricultores, por ex.

“Brevemente iremos ter a Tejo Ambiente e temos também o Espaço Empreende e o Arquivo Histórico Municipal”, avançou o autarca.

O serviço será prestado por um Técnico, todas as quintas-feiras de manhã, no Balcão Multiserviços, evitando, deste modo, que a população do Concelho se tenha que deslocar para ter acesso aos serviços do IEFP.

Por isso, o Protocolo assinado esta terça-feira surge “dentro da mesma lógica de manter uma oferta de qualidade e de proximidade para todos os sardoalenses”, acrescenta.

Miguel Borges voltou a referir a valorização do interior onde se encontra “a mesma qualidade dos equipamentos que existem nos grandes centros, sendo que no interior podemos oferecer qualidade de vida”.

O serviço entra em funcionamento na próxima quinta-feira.

A sua formação é jurídica mas, por sorte, o jornalismo caiu-lhe no colo há mais de 20 anos e nunca mais o largou. É normal ser do contra, talvez também por isso tenha um caminho feito ao contrário: iniciação no nacional, quem sabe terminar no regional. Começou na rádio TSF, depois passou para o Diário de Notícias, uma década mais tarde apostou na economia de Macau como ponte de Portugal para a China. Após uma vida inteira na capital, regressou em 2015 a Abrantes. Gosta de viver no campo, quer para a filha a qualidade de vida da ruralidade e se for possível dedicar-se a contar histórias.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome