Sardoal investe em Centro de Interpretação da Semana Santa e do Património Religioso

Capela de Nossa Senhora do Carmo já está em obras no Sardoal. Créditos: CMS

As obras de requalificação da Capela de Nossa Senhora do Carmo, em Sardoal, iniciaram-se no passado mês de novembro, no âmbito do projeto do Centro de Interpretação da Semana Santa e do Património Religioso que vai nascer em 2019 naquele espaço. O investimento ronda os 300 mil euros e visa dotar o município de um equipamento que mostre ao longo de todo o ano as tradições e o património religioso de Sardoal.

PUB

Os trabalhos de requalificação e restauro da Capela de Nossa Senhora do Carmo, no centro histórico de Sardoal, a única das diversas existentes na vila que é propriedade do Município, arrancaram no dia 13 de novembro, “com instalação de andaimes”, e tem duração prevista de seis meses, confirmou ao mediotejo.net o presidente da Câmara Municipal, Miguel Borges (PSD).

Trata-se da primeira fase da obra de requalificação da Capela de Nossa Senhora do Carmo, de um projeto incluído no Plano de Ação para a Regeneração Urbana (PARU), com um valor total de investimento a rondar os 300 mil euros: 150 mil para a obra de empreitada de construção civil, com trabalhos de recuperação da estrutura e do telhado e restauro da capela, e mais 150 mil para a componente de conteúdos multimédia do Centro de Interpretação da Semana Santa e do Património Religioso.

PUB
Capela da Nossa Senhora do Carmo, Sardoal

Ou seja, a obra vai ser dividida em duas fases, a primeira com uma duração de seis meses de execução.

A segunda fase, que pode concorrer ou não em paralelo, prende-se com a produção de conteúdos para o Centro de Interpretação da Semana Santa, que continua a aguardar financiamento ao programa Valorizar – Programa de Apoio à Valorização e Qualificação do Destino.

PUB

Isto porque “a produção de conteúdos era despesa não elegível” no PARU, explica o autarca. Contudo a Câmara Municipal já avançou garantir a obra “com fundos próprios”, caso o financiamento não seja aprovado.

O Programa Valorizar criado há cerca de ano e meio visa apoiar o desenvolvimento de projetos turísticos, apoiados por fundos da União Europeia através do Portugal 2020, que promovam a valorização do património e os recursos endógenos das regiões.

A instalação de um Centro de Interpretação naquela Capela de Sardoal passa por “criar um conjunto de elementos, através das novas tecnologias, que possam ajudar os visitantes a perceber a importância da nossa Semana Santa quando nos visitam fora desse período”, esclarece o presidente.

Capela de Nossa Senhora do Carmo, em Sardoal, com os tradicionais tapetes de flores da Semana Santa Foto: mediotejo.net

O projeto integra assim “conteúdos multimédia que vão ajudar as pessoas a conhecer e perceber o Património Imaterial do concelho, como a Procissão dos Fogaréus ou as Festas do Espírito Santo [ou do Bodo]”, explicou.

O objetivo passa ainda pela “sensibilização para a história do património sardoalense e criar um novo polo de atratividade turística”, conclui Miguel Borges.

APOIE O NOSSO JORNAL, TORNE-SE UM LEITOR BENEMÉRITO

Se lê regularmente as nossas notícias torne-se um leitor benemérito fazendo contribuições a partir de 10€/mês, ou doando valores iguais ou superiores a 100€. Esses leitores passam a constar da ficha-técnica como apoiantes deste projeto independente de jornalismo. Pode também fazer uma contribuição pontual (5€, 10€, 20€, o que puder e quiser).

pub

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here