Apoie o jornalismo que fazemos,
junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -
Sexta-feira, Outubro 22, 2021

Apoie o jornalismo que fazemos, junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Sardoal | Executivo aprova parceria com Diocese de Portalegre-Castelo Branco

O executivo da CM Sardoal aprovou por unanimidade, na última reunião ordinária realizada no dia 20 de abril, o protocolo de parceria com a Diocese de Portalegre-Castelo Branco com vista à candidatura do projeto “Rotas do Sagrado” ao Turismo de Portugal. Esta parceria representará um custo de 3 mil euros anuais à autarquia e visa a preservação e divulgação de Bens Culturais da Diocese.

- Publicidade -

Miguel Borges (PSD) explicou que este protocolo, proposto a todos os municípios da Diocese de Portalegre e Castelo Branco, é celebrado “no âmbito da preservação do património e divulgação, criando “Rotas do Sagrado” e conseguindo mais-valias em termos de articular este património móvel e imóvel da Diocese”.

Representa o custo de 3 mil euros anuais para o município, contributo para a criação desta Rota.

- Publicidade -

“Este projecto visa o recenceamento dos Bens Culturais da Diocese, tanto materiais como imateriais, a sua defesa, proteção e salvaguarda e consequente divulgação através de diversas propostas”, segundo pode ler-se na informação divulgada no site da Diocese. O objectivo da candidatura “visa a gestão dos Bens Culturais na referência das suas finalidades essenciais, espiritual e cultural”, lê-se.

Miguel Borges (PSD) recordou ainda a longínqua colaboração entre a Diocese e a autarquia, nomeadamente em exposições de cariz religioso, salientando que nunca foi formalizado um protocolo, representando esta aprovação “um passo mais à frente para criar sinergias entre todos os municípios” no âmbito da valorização de todo o património religioso.

Formada em Jornalismo, faz da vida uma compilação de pequenos prazeres, onde não falta a escrita, a leitura, a fotografia, a música. Viciada no verbo Ir, nada supera o gozo de partir à descoberta das terras, das gentes, dos trilhos e da natureza... também por isto continua a crer no jornalismo de proximidade. Já esteve mais longe de forrar as paredes de casa com estantes de livros. Não troca a paz da consciência tranquila e a gargalhada dos seus por nada deste mundo.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome