Sardoal | Entrada sul da vila reaberta ao trânsito, Rua do Paço encerrada

A circulação de trânsito entre a Rua das Olarias e o Parque de Merendas foi retomada, estando a mesma condicionada a uma faixa de rodagem. Créditos: CMS

Em Sardoal algumas ruas foram interditadas ao trânsito, sendo que a circulação na entrada sul da vila foi retomada, estando a mesma condicionada a uma faixa de rodagem. A Rua do Paço continua encerrada devido a um edifício degradado que periga a segurança de pessoas e bens. O assunto foi abordado na última reunião de Executivo na qual o presidente da Câmara explicou que os processos se encontram em fase de “notificação” dos proprietários.

PUB

Parte da Rua do Paço, localizada entre o Largo do Paço e o cruzamento com a Rua do Poço dos Açougues, em Sardoal, encontra-se encerrada à circulação, informou o Gabinete Proteção Civil, Florestal e Bombeiros de Sardoal. Na causa da decisão está o risco associado à queda de elementos de edifício em ruínas, estando a área devidamente sinalizada. Enquanto isso, a circulação de trânsito entre a Rua das Olarias e o Parque de Merendas foi retomada, estando a mesma condicionada a uma faixa de rodagem. A entrada sul da vila de Sardoal foi reaberta ao trânsito circulando-se atualmente numa única faixa, nos dois sentidos, de forma alternada.

Na zona do desprendimento de pedras, numa faixa de rodagem “foram colocados blocos de cimento new jersey” que funcionam como barreiras no caso de outras pedras se soltarem, explicou ao mediotejo.net o presidente da Câmara Municipal, Miguel Borges.

PUB

O Município optou pela não utilização de semáforos na situação de trânsito alternado. “Não foi necessário! Aquela zona tem visibilidade e os semáforos obrigariam os veículos a esperar. A GNR esteve no local para dar indicações, e no âmbito da proteção civil foi assegurado que as barreiras são suficientes para garantir que as pessoas possam circular na outra faixa sem estar em risco. Naturalmente não colocamos de parte fazer as alterações que forem necessárias”, acrescentou.

A circulação de trânsito entre a Rua das Olarias e o Parque de Merendas foi retomada, estando a mesma condicionada a uma faixa de rodagem. Créditos: CMS

Em relação à Rua do Paço “o edifício é bastante antigo e estamos numa tentativa de identificar os proprietários para os notificar” no sentido de realizarem “as obras necessárias para que o prédio não ponha em risco quem circule na via pública”, referiu o presidente, dizendo que tais “processos nem sempre são simples. Por vezes os registos não estão bem feitos ou atualizados e é complicado!”.

PUB

O mesmo se aplica em relação à entrada sul de Sardoal. “Estamos num processo de notificação dos proprietários. Já notificámos um possível proprietário que afinal diz não ser. Temos de ir à procura dos atuais proprietários”, deu conta.

No caso da Câmara não conseguir encontrar e notificar os atuais proprietários “há instrumentos legais que temos de aplicar, nomeadamente as notificações no local. Já tivemos processos semelhantes. O que fizemos e vamos fazer agora é notificar por edital para que o proprietário se apresente. Se não aparecer a Câmara toma posse administrativa do imóvel e terá de ser a Câmara a fazer as obras”. Mas a solução também pode passar pela demolição, dependendo o entendimento dos técnicos, explicou o presidente.

Miguel Borges justifica o “tempo de resolução do problema” com os prazos administrativos por cumprir e mesmo as intempéries próprias desta época do ano “não podem apressar” o processo.

“Encerramos as ruas ao trânsito e as pessoas e bens estão salvaguardados. Não me parece que haja uma situação de excecionalidade que possa ultrapassar” os trâmites legais considera Miguel Borges. “Se fosse um espaço de circulação, sem alternativa e estivessem em risco as pessoas, acredito que sim no âmbito da proteção civil, mas não me parece. As alternativas existem” reforça.

Miguel Borges reconhece que a interdição da entrada sul “causou alguns constrangimentos” mas existem “mais três alternativas” na zona norte da vila. “É sempre uma situação desagradável” e “nem sempre compreendida pelas pessoas”, admite o autarca.

Mapa explicativo de circulação de trânsito entre a Rua das Olarias e o Parque de Merendas. Créditos: CMS

APOIE O NOSSO JORNAL, TORNE-SE UM LEITOR BENEMÉRITO

Se lê regularmente as nossas notícias torne-se um leitor benemérito fazendo contribuições a partir de 10€/mês, ou doando valores iguais ou superiores a 100€. Esses leitores passam a constar da ficha-técnica como apoiantes deste projeto independente de jornalismo. Pode também fazer uma contribuição pontual (5€, 10€, 20€, o que puder e quiser).

pub

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here