Apoie o jornalismo que fazemos,
junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Terça-feira, Julho 27, 2021

Apoie o jornalismo que fazemos, junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

SARDOAL: Em busca da moura encantada

No espaço de um ano, este é já o quinto percurso pedestre criado pela Câmara Municipal do Sardoal, que tem como objectivo dar a conhecer aos visitantes (e também aos locais) a beleza natural que se encontra desviada dos olhares diários.
“Caminho da Moura Encantada”, é assim que se designa o mais recente percurso pedestre no concelho do Sardoal que, no dia da sua inauguração, a 19 de setembro, juntou cerca de meia centena de pessoas para partir à descoberta de novas paisagens, ao longo de 15,5 km.

- Publicidade -

DSCN8623

Artur Falcão, 57 anos, é um amante das caminhadas – aliás, já fez todos os percursos pedestres do Sardoal – e foi um dos participantes na inauguração do “Caminho da Moura Encantada”, juntamente com dois amigos, Maria Filomena Vieira e Carlos Dias Ferreira, de Abrantes. O que os motiva? “Conhecer sítios novos e conviver”, respondem, sem hesitar.
No Largo do Mercado, em Santa Clara, Alcaravela, está o ponto de partida para uma caminhada que durará cerca de quatro horas, numa distância de 15,5 km, feita maioritariamente junto a cursos de água. Ruínas de azenhas antigas, o parque de lazer da Rosamana, pontes medievais, fontes, várias espécies de fauna e flora são alguns dos atrativos deste percurso pedestre que tem uma forma circular, começando e terminando em Santa Clara, concelho de Sardoal.
Para Paulo Pedro, presidente da Junta de Freguesia de Alcaravela, “é importante que criem estes percursos pedestres para que as pessoas possam conhecer as nossas aldeias e as zonas mais interiores”.
É uma forma de divulgar este património natural, mas também de “dar a conhecer algumas surpresas que vamos encontrando pelo caminho, como capelas, pontes históricas, moinhos e também árvores milenares”, considera Miguel Borges, Presidente da Câmara Municipal de Sardoal.
Os percursos criados vão ser alvo de manutenção frequente pelo Município, com a limpeza dos caminhos e substituição de placas que se vão partindo.
No horizonte da autarquia sardoalense está a intenção de criar outros percursos e rotas intermunicipais, com a parceria dos concelhos vizinhos, e ainda a concretização de um centro de BTT «onde as pessoas possam ter um centro de partida, com apoio”. Para que o centro de BTT seja uma realidade dentro de pouco tempo, a autarquia vai candidatar o projeto ao apoio dos fundos comunitários, no âmbito do Portugal 2020.
«Juntando o BTT com os percursos pedestres temos uma receita fantástica para visitar o Sardoal», refere Miguel Borges. E deixa o desafio: «Há muito para descobrir nestes nossos percursos pedestres, são uma forma de passar uma boa manhã ou uma tarde no nosso concelho».

- Publicidade -

Mais informações em http://www.cm-sardoal.pt/index.php/pt/descobrir/desportos-de-natureza#percursos-pedestres

Entrou no mundo do jornalismo há cerca de 13 anos pelo gosto de informar o público sobre o que acontece e dar a conhecer histórias e projetos interessantes. Acredita numa sociedade informada e com valores. Tem 35 anos, já plantou uma árvore e tem três filhos. Só lhe falta escrever um livro.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here