Sardoal | Educadora do Jardim de infância e bombeiro testam positivo à covid-19 (C/ÁUDIO)

Uma educadora do Jardim de infância de Sardoal testou positivo à covid-19, confirmou esta sexta-feira, 13 de novembro, o presidente da Câmara Municipal de Sardoal ao nosso jornal. Todas as crianças vão realizar testes na próxima semana. Miguel Borges confirmou ainda um caso positivo de SARS-CoV-2 no corpo de Bombeiros Municipais com cinco bombeiros a realizarem testes de despiste.

PUB

No jardim de infância “quando houve essa suspeita a educadora ficou logo em casa e as crianças também. Durante a próxima semana as crianças vão fazer o teste. É importante que se perceba que o teste não pode ser feito logo a seguir, tem de deixar um prazo de cerca de sete dias, para que haja eficácia e não seja considerado um falso negativo”, explica Miguel Borges.

Na segunda-feira passada 20 crianças, duas educadoras e duas assistentes operacionais, do Jardim de infância ficaram em isolamento e vigilância ativa devido a uma outra criança de 3 anos, aluna do jardim, ter testado positivo para covid-19 e agora uma das educadoras testa igualmente positivo.

PUB

Segundo o presidente “os Planos estavam acionados a decorrer como previsto e agora vamos aguardar os testes” às 20 crianças do Jardim de infância de Sardoal.

Oiça aqui o presidente:

PUB

 

Também nos Bombeiros Municipais de Sardoal, cinco elementos ficaram de quarentena tendo hoje realizado testes de despiste para o novo coronavírus, depois de um outro operacional ter acusado positivo para a covid-19, disse o autarca.

“Um elemento do corpo de Bombeiros testou positivo. Foram feitos testes a todos aqueles que tiveram contacto mais direto” afirmou Miguel Borges explicando que nos Bombeiros de Sardoal trabalha-se “por espelho, não há pessoas que se cruzam, por isso vamos esperar pelo resultado de mais cinco elementos que foram hoje fazer teste”.

Os resultados serão conhecidos segundo o presidente “dentro em breve”.

PUB
Paula Mourato
A sua formação é jurídica mas, por sorte, o jornalismo caiu-lhe no colo há mais de 20 anos e nunca mais o largou. É normal ser do contra, talvez também por isso tenha um caminho feito ao contrário: iniciação no nacional, quem sabe terminar no regional. Começou na rádio TSF, depois passou para o Diário de Notícias, uma década mais tarde apostou na economia de Macau como ponte de Portugal para a China. Após uma vida inteira na capital, regressou em 2015 a Abrantes. Gosta de viver no campo, quer para a filha a qualidade de vida da ruralidade e se for possível dedicar-se a contar histórias.
PUB

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

APOIE O NOSSO JORNAL, TORNE-SE UM LEITOR BENEMÉRITO

Se lê regularmente as nossas notícias torne-se um leitor benemérito fazendo contribuições a partir de 10€/mês, ou doando valores iguais ou superiores a 100€. Esses leitores passam a constar da ficha-técnica como apoiantes deste projeto independente de jornalismo. Pode também fazer uma contribuição pontual (5€, 10€, 20€, o que puder e quiser).