Apoie o jornalismo que fazemos,
junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Sábado, Outubro 23, 2021

Apoie o jornalismo que fazemos, junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Sardoal | “Desafios da Adolescência” para famílias no Centro Cultural Gil Vicente

No âmbito da atividade 10 – Ciclo de Conversas -, o CLDS 4G SER Sardoal irá dinamizar uma sessão denominada “Desafios da Adolescência”, no dia 20 de outubro, às 18h00, no Centro Cultural Gil Vicente. Como entidade dinamizadora, a ação terá a Escola de Parentalidade e Educação Positivas, fundada por Magda Gomes Dias, autora do blogue ‘Mum’s the Boss’ e de vários livros na área da parentalidade.

- Publicidade -

Esta sessão e é destinada às famílias em geral. As crianças também poderão participar, necessitando para isso de estar inscritas na atividade.

A atividade decorre no âmbito do Eixo 2 – Intervenção Familiar e Parental, preventiva da pobreza infantil, que visa a dinamização de ações de sensibilização junto das famílias, crianças e jovens com o objetivo de promover a capacitação das famílias e a promoção e proteção dos direitos das crianças e jovens.

- Publicidade -

As inscrições são gratuitas mas limitadas e obrigatórias até ao dia 18 de outubro. Para se Inscrever ou obter mais informações deverá utilizar as seguintes formas de contacto:
Formulário de inscrição: https://forms.gle/PjndZ1jh3Ght11yH9
Telefone: 241 010 711 | 966 080 423
Morada: Rua Mestre Sardoal nº7 – Sardoal
E-mail: sersardoal.clds4g@gmail.com

Na execução desta atividade, o CLDS 4G SER Sardoal conta com a parceria da Comissão de Proteção de Crianças e Jovens de Sardoal e da Associação de Pais e Encarregados de Educação do Agrupamento de Escolas de Sardoal.

Será dada prioridade aos residentes no concelho de Sardoal. Durante a atividade serão cumpridas as regras e recomendações da DGS.

A sua formação é jurídica mas, por sorte, o jornalismo caiu-lhe no colo há mais de 20 anos e nunca mais o largou. É normal ser do contra, talvez também por isso tenha um caminho feito ao contrário: iniciação no nacional, quem sabe terminar no regional. Começou na rádio TSF, depois passou para o Diário de Notícias, uma década mais tarde apostou na economia de Macau como ponte de Portugal para a China. Após uma vida inteira na capital, regressou em 2015 a Abrantes. Gosta de viver no campo, quer para a filha a qualidade de vida da ruralidade e se for possível dedicar-se a contar histórias.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome