Quarta-feira, Março 3, 2021
- Publicidade -

Sardoal | Caminhada pelo Trilho do Pastor com fritos de Natal

Percorrer o “Trilho do Pastor” (PR2) no domingo, dia 9 de dezembro, é mais uma proposta de um ciclo de Passeios Pedestres promovido pelo Município de Sardoal. A concentração está marcada para as 9h00, na Centro Cultural Gil Vicente, sendo que a participação é gratuita, mas sujeita a inscrição prévia. O passeio terminará com um lanche natalício, no qual serão servidos os tradicionais fritos de Natal.

- Publicidade -

No antigo caminho que ligava Abrantes ao Sardoal passa o Trilho do Pastor. Trata-se de um trilho dos sentidos com 7,1 quilómetros. Ouvir o tilintar das ovelhas e das cabras, sentir o cheiro da natureza, observar o património vivo do trilho, as oliveiras centenárias, o majestoso Sobreiro da Dona Maria, um dos maiores sobreiros da região. Mas também poder apreciar a herança cultural de Sardoal, a Igreja Matriz, a Igreja da Misericórdia, as capelas, o Pelourinho e as fontes e chafarizes. Aproveite e beba a água. Noutros tempos o Sardoal era conhecido pelas suas boas águas, atraindo a nobreza da altura.

Sendo que a recuperação e a preservação do património cultural, ambiental e natural têm sido assumidas pelo Município de Sardoal como “importantes orientações estratégicas”, foram inaugurados no concelho, desde setembro de 2014, seis Percursos Pedestres e uma Grande Rota que liga o Sardoal a Vila de Rei, com a finalidade de “dar a conhecer este património de forma estruturada, organizada e integrada”.

- Publicidade -

 

A sua formação é jurídica mas, por sorte, o jornalismo caiu-lhe no colo há mais de 20 anos e nunca mais o largou. É normal ser do contra, talvez também por isso tenha um caminho feito ao contrário: iniciação no nacional, quem sabe terminar no regional. Começou na rádio TSF, depois passou para o Diário de Notícias, uma década mais tarde apostou na economia de Macau como ponte de Portugal para a China. Após uma vida inteira na capital, regressou em 2015 a Abrantes. Gosta de viver no campo, quer para a filha a qualidade de vida da ruralidade e se for possível dedicar-se a contar histórias.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
O seu nome

APOIE O NOSSO JORNAL, TORNE-SE UM LEITOR BENEMÉRITO

Se lê regularmente as nossas notícias torne-se um leitor benemérito fazendo contribuições a partir de 10€/mês, ou doando valores iguais ou superiores a 100€. Esses leitores passam a constar da ficha-técnica como apoiantes deste projeto independente de jornalismo. Pode também fazer uma contribuição pontual (5€, 10€, 20€, o que puder e quiser).