Apoie o jornalismo que fazemos,
junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Sábado, Setembro 18, 2021

Apoie o jornalismo que fazemos, junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Sardoal | Assinatura de Protocolo e Conferência sobre Coesão Territorial no CC Gil Vicente

Sardoal vai receber esta quinta-feira, no CC Gil Vicente, a sessão de assinatura do Protocolo de delegação de tarefas entre o Instituto de Financiamento de Agricultura e Pescas (IFAP), os Grupos de Ação Local (GAL) e a Federação Minha Terra (FMT), numa cerimónia que vai ser presidida pelo Secretário de Estado das Florestas e Desenvolvimento Rural, Amândio Torres.

- Publicidade -

A delegação de tarefas, objeto do protocolo que será assinado pelas 14h30, vai incidir sobre a análise dos pedidos de pagamento apresentados pelos beneficiários, no âmbito dos apoios concedidos através das medidas LEADER do Programa de Desenvolvimento Rural para o Continente (PDR 2020) e do Programa de Desenvolvimento Rural para a Região Autónoma da Madeira (PRODERAM 2020), para o período 2014-2020, pode ler-se em nota de imprensa da Câmara de Sardoal.

As entidades representantes dos 56 GAL do Continente e da Madeira, a trabalhar no âmbito do Programa de Desenvolvimento Rural vão também assistir, pelas 11h00, à Conferência de apresentação do Programa Nacional para a Coesão Territorial (PNCT), programa “recentemente aprovado pelo Governo”, e que será apresentado por Helena Freitas, coordenadora da Unidade de Missão para a Valorização do Interior (UMVI), entidade responsável pela conceção do programa.

- Publicidade -

Durante o dia estarão representadas as várias entidades, na pessoa do presidente da Câmara Municipal de Sardoal, Miguel Borges, também Presidente da Direção da TAGUS – Associação para o Desenvolvimento Integrado do Ribatejo Interior, pelo Presidente do Conselho Diretivo do IFAP, Luís Souto Barreiros, e pela Presidente da Federação Minha Terra, Maria João Botelho.

Formada em Jornalismo, faz da vida uma compilação de pequenos prazeres, onde não falta a escrita, a leitura, a fotografia, a música. Viciada no verbo Ir, nada supera o gozo de partir à descoberta das terras, das gentes, dos trilhos e da natureza... também por isto continua a crer no jornalismo de proximidade. Já esteve mais longe de forrar as paredes de casa com estantes de livros. Não troca a paz da consciência tranquila e a gargalhada dos seus por nada deste mundo.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome