Sardoal | Assembleia Municipal aprova voto de pesar pela morte de Manuel Serras

Manuel Serras, antigo presidente da Junta de Freguesia de Alcaravela, faleceu a 31 de agosto. Foto: Paulo Jorge de Sousa

A Assembleia Municipal de Sardoal aprovou por unanimidade um voto de pesar pelo falecimento do antigo presidente da Junta de Freguesia de Alcaravela, Manuel José dos Santos Serras. O antigo autarca, também vereador na Câmara Municipal de Sardoal e deputado municipal, faleceu a 31 de agosto, aos 67 anos, vítima de doença prolongada.

PUB

A Mesa da Assembleia Municipal de Sardoal, através do presidente Miguel Pita Alves (PSD), propôs o voto de pesar pelo falecimento de Manuel Serras, antigo autarca sardoalense, que acabou aprovado por unanimidade, revelando a bancada do Partido Socialista ter igual intenção.

Manuel José dos Santos Serras foi presidente da Junta de Freguesia de Alcaravela, em vários mandatos, vereador na Câmara Municipal de Sardoal e deputado municipal “onde lutou e defendeu sempre os interesses da sua freguesia mas é na sua faceta de associativista e defensor da cultura e costumes da sua terra onde mais o recordamos. Jamais esquecerei as suas atuações no Rancho Os Resineiros de Alcaravela onde em determinado momento encenavam e simulavam uma zaragata das antigas” disse Miguel Pita Alves.

PUB

O presidente da Assembleia Municipal de Sardoal recordou que Manuel Serras “levou o nome da sua freguesia e dos resineiros aos quatro cantos de Portugal e até além fronteiras”.

Natural da freguesia de Alcaravela, no concelho de Sardoal, Manuel Serras nasceu a 27 de janeiro de 1953 e esteve muitos anos dedicado ao associativismo e ao Rancho Folclórico ‘Os Resineiros’, de Alcaravela. Foto: Paulo Jorge de Sousa

Descreveu-o como “um homem de grande sentido de humor e com convicções que sempre pugnou pelo que verdadeiramente acreditava. É sem dúvida uma grande perda para o nosso concelho, para a sua freguesia e para o mundo do associativismo que é aquilo que nos faz diferente dos outros, que nos dá a nossa identidade”.

PUB

Da bancada socialista, o deputado municipal Adérito Garcia dá conta que também o PS “estava preparado para avançar” com um voto de pesar “mas estando seguros que a bancada do PSD o faria”.

Adérito Garcia recordou Manuel Serras como “uma pessoa amiga” com quem teve “diferenças políticas mas sempre nos soubemos respeitar e entender. Portanto, a política serviu até para nos aproximarmos nalguns temas” disse lamentando a perda, referindo que o PS se associa ao voto de pesar.

APOIE O NOSSO JORNAL, TORNE-SE UM LEITOR BENEMÉRITO

Se lê regularmente as nossas notícias torne-se um leitor benemérito fazendo contribuições a partir de 10€/mês, ou doando valores iguais ou superiores a 100€. Esses leitores passam a constar da ficha-técnica como apoiantes deste projeto independente de jornalismo. Pode também fazer uma contribuição pontual (5€, 10€, 20€, o que puder e quiser).

- publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here