- Publicidade -

Sardoal | Agrupamento de Escolas recebe selo de qualidade em ensino profissional

O Agrupamento de Escolas de Sardoal recebeu da Agência Nacional para a Qualificação e o Ensino Profissional o “Selo de Conformidade EQAVET” que terá a validade de três anos, anunciou o vereador Pedro Rosa, responsável pelo pelouro da Educação, em reunião de executivo. Este selo é uma certificação de qualidade concebida para reconhecer a Garantia da Qualidade na Educação e na Formação Profissional.

- Publicidade -

“A nossa escola recebeu o selo EQAVET no âmbito do Quadro de Referência Europeu de Garantia da Qualidade para o Ensino e a Formação Profissionais. Um selo válido por três anos que atesta a qualidade das práticas no âmbito do ensino profissional”, explica Pedro Rosa.

Para o vereador “é mais um reconhecimento do trabalho que tem sido feito pelo Agrupamento de Escolas, através da direção que se encontra neste momento, que só nos pode deixar contentes e com a expectativa que o Sardoal, no caso ao nível do ensino, tem mais um motivo para ser um polo de atratividade para os cursos profissionais”.

- Publicidade -

O Agrupamento de Escolas de Sardoal conta atualmente com 448 alunos, sendo “20 e poucos alunos no 10º ano” de escolaridade, indicou ao mediotejo.net a diretora. Ana Paula Sardinha faz referência à “diminuição de alunos na região do Médio Tejo”, e que “a escola de Sardoal também tem acompanhado esta tendência”, sendo que o concelho tem cerca de 3700 habitantes. “O número de jovens entre os 15 e os 24 anos não chega a 10% da população e muitos já estão no ensino superior”, acrescentou.

Assim, o Agrupamento de Escolas de Sardoal no ano de 2020/2021 “conseguiu formar duas turmas, uma do ensino regular e outra do ensino profissional”, explica. No caso o curso profissional de Técnico de Turismo.

No atual ano letivo a oferta formativa ainda se estendeu ao curso profissional de Técnico de Comunicação e Serviço Digital mas “sem inscrições suficientes para formar uma turma”, notou. Em anos anteriores o Agrupamento de Escolas de Sardoal incluiu na oferta formativa também o curso profissional de Técnico de Proteção Civil e o curso profissional de Técnico de Gestão de Equipamentos Informáticos.

A atribuição agora do “Selo de Conformidade EQAVET” tem por base a avaliação dessa oferta formativa, no passado e no presente “reconhecendo a qualidade”. Portanto, para Ana Paula Sardinha com o selo chegou “aquilo que já sabíamos. Mas é o reconhecimento público do trabalho quer dos docentes quer da comunidade. Trata-se de um trabalho articulado, de todos os atores, nomeadamente dos parceiros externos, no âmbito da formação em contexto de trabalho”.

O Quadro de Referência Europeu de Garantia da Qualidade para o Ensino e a Formação Profissionais (Quadro EQAVET), instituído pela Recomendação do Parlamento Europeu e do Conselho de 18 de junho de 2009, foi concebido para melhorar a Educação e Formação Profissional (EFP) no espaço europeu.

Coloca à disposição das autoridades e dos operadores de EFP ferramentas comuns para a gestão da qualidade assentes numa forte articulação entre os diferentes stakeholders (decisores políticos, organismos reguladores, operadores de EFP, alunos/formandos, profissionais de EFP e de orientação, encarregados de educação, empresários e outros parceiros sociais) e no desenvolvimento, monitorização, avaliação e melhoria contínua da eficiência da oferta.

A sua formação é jurídica mas, por sorte, o jornalismo caiu-lhe no colo há mais de 20 anos e nunca mais o largou. É normal ser do contra, talvez também por isso tenha um caminho feito ao contrário: iniciação no nacional, quem sabe terminar no regional. Começou na rádio TSF, depois passou para o Diário de Notícias, uma década mais tarde apostou na economia de Macau como ponte de Portugal para a China. Após uma vida inteira na capital, regressou em 2015 a Abrantes. Gosta de viver no campo, quer para a filha a qualidade de vida da ruralidade e se for possível dedicar-se a contar histórias.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
O seu nome

APOIE O NOSSO JORNAL, TORNE-SE UM LEITOR BENEMÉRITO

Se lê regularmente as nossas notícias torne-se um leitor benemérito fazendo contribuições a partir de 10€/mês, ou doando valores iguais ou superiores a 100€. Esses leitores passam a constar da ficha-técnica como apoiantes deste projeto independente de jornalismo. Pode também fazer uma contribuição pontual (5€, 10€, 20€, o que puder e quiser).

- Publicidade -