Apoie o jornalismo que fazemos,
junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -
Terça-feira, Outubro 26, 2021

Apoie o jornalismo que fazemos, junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Santarém | Seminário ‘Tejo – Património cultural com sentido’ este sábado em Alpiarça

“Tejo – Património cultural com sentido”, um seminário sobre o Rio Tejo integrado nas Jornadas Europeias do Património, vai ter lugar no dia 2 de outubro, das 14h30 às 18h00, na Casa dos Patudos, em Alpiarça.

- Publicidade -

Do programa consta um webinar e uma exposição temática na sala de exposições da Casa dos Patudos, relativa às atividades relacionadas com o património histórico, natural e cultural do Tejo, nomeadamente com uma mostra de materiais fotográficos exibidos na Bienal de Veneza pela artista plástica Joana Vasconcelos (barco “Trafaria”, embelezado com cortiça).

Esta exposição conta com fotos alusivas ao Cruzeiro Cultural e Religioso do Tejo, que estará de regresso em 2022.

- Publicidade -

“Já está a ser organizado”, disse ao nosso jornal João Serrano da Confraria Ibérica do Tejo, sendo que a organização está a trabalhar para uma nova paragem em Lisboa, naquele que outrora foi o Cais de Santarém, hoje Doca da Marinha.

O seminário conta com várias comunicações e oradores, provenientes dos sectores da cultura, das empresas, do poder local e do associativismo social.

A exposição de artes plásticas alusivas às temáticas do evento estará aberta ao público na Casa dos Patudos-Museu de Alpiarça, com entrada livre, com o seguinte horário:

  • 1 de outubro (sexta-feira), das 10h00 às 12h00 e das 14h00 às 17h30;
  •  2 de outubro (sábado), das 10h00 às 12h00, com uma visita guiada das 18h15 até às 19h00;
  • 3 de outubro (domingo), das 10h00 às 12h00 e das 14h00 às 17h30.

    O organização é da Confraria Ibérica do Tejo e da Associação Portuguesa de Saúde, Higiene e Segurança no Trabalho para o Desenvolvimento e Cooperação Internacional (APSHSTDC).

Programa
12h15 – 14h00 – Almoço de receção dos oradores e convidados
14h30 – Início do Seminário /Webinar a partir do auditório da Casa dos Patudos
Introdução e boas-vindas:
Victor Jorge – Presidente da Direção da APSHSTDC
Mário Pereira – Presidente da Câmara Municipal de Alpiarça
– Vídeo de 2 minutos sobre o tema (imagens do Tejo e do seu património, do passado e do presente)
14h45 – 1º orador – Nuno Prates – Conservador da Casa dos Patudos-Museu de Alpiarça
15h00 – 2º orador – Victor Santos Jorge, Presidente da Direção da APSHSTDC
15h15 – 3º orador – João Serrano – Chanceler/presidente da direção da CIT
15h30 – Vídeo com o coro polifónico Cantar Nosso, da Golegã – I Have a Dream (Tenho um Sonho)
– apresentação e comentários do Maestro José Dias
15h45 – 4º orador – Ana Palmeira de Oliveira – presidente da direcção da AEBB
16h00 – 5º orador – André Magrinho – Fundação AIP – Ass. Industrial Portuguesa
16h15 – Momento musical: um ensaio ao vivo dos gaiteiros do coro polifónico da Golegã
– com serviço de coffee-break em simultâneo
16h45 – 6º orador Paulo Estrada – CEO da SOFALCA
17h00 – 7º orador – Anabela Cruces (Univ. Lusófona – Faculdade de Engenharia)
17h15 – 8º orador – José Gameiro – Empresário silvicultor – sócio-gerente da SILVAPOR
17h30 – Momento para debate
17h50 – Conclusões (organização)
18h00 – Final com a atuação de uma dança do Rancho Folclórico Albandeio, de Alpiarça (só pescadores)
18h15 – Visita ao museu Casa dos Patudos e à exposição pública relativa às atividades relacionadas com o Património histórico, natural e cultural do Tejo.
Oradores e títulos das comunicações:
14h45 – 1º orador: Nuno Prates – A pintura Naturalista da Casa dos Patudos… a Lezíria, e ao fundo o Tejo!
15h00 – 2º orador: Victor Santos Jorge – Património Comum do Tejo e os Novos Modelos de Gestão e do Trabalho: Objetivos da Circularidade da Economia
15h15 – 3º orador: João Serrano – Visão de uma política integradora para a defesa do património Tagano
15h45 – 4º orador: Ana Palmeira de Oliveira – Estações náuticas do Tejo, turismo, desporto e desenvolvimento do interior
16h00 – 5º orador: André Magrinho – Os Territórios face aos novos desafios da Sustentabilidade
16h45 – 6º orador: Paulo Estrada – A atividade da cortiça, o Tejo e o desenvolvimento económico
17h00 – 7º orador: Anabela Cruces – Valorização e preservação do património natural do Tejo
17h15 – 8º orador: José Gameiro – Florestação e recursos hídricos e patrimoniais da bacia hidrográfica do Tejo.

A sua formação é jurídica mas, por sorte, o jornalismo caiu-lhe no colo há mais de 20 anos e nunca mais o largou. É normal ser do contra, talvez também por isso tenha um caminho feito ao contrário: iniciação no nacional, quem sabe terminar no regional. Começou na rádio TSF, depois passou para o Diário de Notícias, uma década mais tarde apostou na economia de Macau como ponte de Portugal para a China. Após uma vida inteira na capital, regressou em 2015 a Abrantes. Gosta de viver no campo, quer para a filha a qualidade de vida da ruralidade e se for possível dedicar-se a contar histórias.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome