Apoie o jornalismo que fazemos,
junte-se à nossa Comunidade de Leitores

Segunda-feira, Outubro 18, 2021

Apoie o jornalismo que fazemos, junte-se à nossa Comunidade de Leitores

Santarém | PSD condena “passividade do Governo”

A Comissão Política Distrital (CPD) do PSD de Santarém, em reunião alargada às concelhias, realizada no dia 26 de setembro, no Cartaxo, “condenou a passividade do Governo” e reiterou “a necessidade do Orçamento de Estado espalhar no investimento público as necessidades mais prementes do Distrito de Santarém”.

- Publicidade -

Em comunicado enviado à Comunicação Social, a Comissão Política sublinhou que, na referida reunião, foram discutidos, entre outros o temas, a descentralização de competências para as autarquias, “evidenciando especial preocupação pela forma, pouco séria e rigorosa, como o Governo do Partido Socialista está a gerir este tema”.

A CPD do PSD de Santarém está “preocupada com a forma como o Governo está a gerir a descentralização de competências para as Autarquias e com a falta de investimento nas infraestruturas do Distrito”, sublinha o comunicado.

- Publicidade -

Segundo o documento, o PSD de Santarém “é a favor da descentralização de competências para as Autarquias, desde que esse processo melhore a qualidade da prestação do serviço público às populações”.

“A CPD não pode deixar de chamar a atenção para o processo não sério que está a ser liderado pelo Governo, que avançou já com uma Lei-Quadro, sem deixar claro qual o envelope financeiro associado”, lê-se nop comunicado.

Para João Moura, presidente da CPD do PSD de Santarém “este é mais um dossier que evidencia a falta de capacidade do Partido Socialista para Governar Portugal. Um assunto tão sério e importante para o País não pode ser gerido desta forma. Esta falta de seriedade e de compromisso, coloca em causa a eficácia de uma reforma que consideramos essencial, mas nunca feita nestes moldes, é necessário envolver os autarcas de forma séria, definindo com urgência o envelope financeiro associado à transferência de competências que permita aos autarcas decidir com conhecimento”.

Na mesma reunião a CPD do PSD de Santarém debateu a falta de investimento público nas infraestruturas do Distrito, evidenciado “muita preocupação pela ausência de uma resposta concreta para os casos que necessitam de intervenção urgente, colocando em risco, esta falta de investimento público, nalguns casos a segurança da população e noutros o incremento do crescimento e desenvolvimento económico da Região, nomeadamente a EN 362, a conclusão da A13, a ligação do IC9 à A1 e a recuperação da Ponte Rainha D. Amélia”.

Segundo João Moura esta situação “demonstra que Governo sustentado pelos partidos da esquerda, tem uma estratégia clara de desinvestimento público, esquecendo e ignorando as verdadeiras necessidades da população. O Partido Socialista ignora e esquece o Distrito de Santarém, mesmo quando há investimento público que é imperioso para a salvaguarda da
segurança da população”.

Jornalista profissional há mais de 30 anos, passou por vários jornais diários nacionais, nomeadamente pelo 'Diário de Lisboa', 'Diário de Notícias' e 'A Capital'. Apaixonada pela profissão desde a adolescência, abraçou o jornalismo nas suas diversas áreas, desde o Desporto às Artes e Espetáculos, passando pela Política e pelos temas Internacionais. O jornalismo de proximidade surge agora no seu percurso.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome