Apoie o jornalismo que fazemos,
junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Quarta-feira, Outubro 20, 2021

Apoie o jornalismo que fazemos, junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Santarém | Deputados do PS  “preocupados” com Ribeira de Asseca

Os deputados do Partido Socialista, eleitos pelo distrito de Santarém, dizem estar “preocupados” com o estado da Ribeira de Asseca, que “apresenta, com frequência, sinais de poluição percetíveis através da cor escura da água, do cheiro nauseabundo e da falta de vida”, lê-se num comunicado enviado pelos socialistas à Comunicação Social.

- Publicidade -

A informação foi já enviada ao Ministro do Ambiente pelos deputados António Gameiro, Idália Serrão e Hugo Costa, que acrescentam um conjunto de questões sobre a matéria, tendo em vista “perceber o grau de fiscalização que tem sido desenvolvido naquele curso de água”.

Segundo a nota do PS, este tema tem sido recorrente, com os deputados a lembrarem que “ao longo de diferentes legislaturas, os deputados do partido socialista eleitos pelo círculo eleitoral de Santarém têm vindo a questionar diferentes membros do Governo sobre as recorrências da situação reportada, sem que estas sejam, no entanto, resolvidas”. A deputada Idália Serrão recorda que “se trata de um curso de água que nasce e desagua praticamente no distrito de Santarém, território que influencia ao longo dos 70 km que o seu curso percorre, sendo alvo de sucessivos atentados ambientais sem que nunca se tenha atuado e resolvido o problema”.

- Publicidade -

Para Idália Serrão, “trata-se de um recurso da maior relevância, tendo em conta que atravessa povoações, atravessa campos que são regados a partir dele e alberga grandes comunidades de fauna avícola e piscícola que são enormemente afetadas, sendo que estes factos parecem não preocupar particularmente as autoridades”, sublinha a deputada, frisando ainda “tempos de seca em que este rio é praticamente um esgoto a céu aberto, totalmente morto, pelo que esta nova mortandade de peixes deixa as populações da região muito preocupadas”.

Jornalista profissional há mais de 30 anos, passou por vários jornais diários nacionais, nomeadamente pelo 'Diário de Lisboa', 'Diário de Notícias' e 'A Capital'. Apaixonada pela profissão desde a adolescência, abraçou o jornalismo nas suas diversas áreas, desde o Desporto às Artes e Espetáculos, passando pela Política e pelos temas Internacionais. O jornalismo de proximidade surge agora no seu percurso.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome