Salários nos Politécnicos de Castelo Branco, Santarém e Tomar pagos na data prevista – CCISP

Instituto Politécnico de Santarém Foto: mediotejo.net

O Conselho Coordenador dos Institutos Superiores Politécnicos (CCISP), afirmou hoje que os salários de novembro e o subsídio de Natal dos Politécnicos de Castelo Branco, Santarém e Tomar foram pagos na data prevista, mas admitiu a existência de dificuldades financeiras.

PUB

“Há uma questão que é clara. Os salários de novembro e o subsídio de Natal [nos três politécnicos] foram pagos na data prevista”, afirmou à agência Lusa, o presidente do CCISP, Pedro Dominguinhos.

Num documento a que a agência Lusa teve hoje acesso, o Grupo de Monitorização e Controlo Orçamental das Instituições de Ensino Superior Público, alerta a tutela para as necessidades financeiras verificadas, à data de 13 de novembro de 2019, em três instituições de ensino superior público e sugere que os politécnicos de Castelo Branco, Santarém e Tomar sejam considerados “em situação de crise institucional grave”, que requer “uma ação especifica”, nomeadamente constituir uma equipa, em colaboração com as instituições, que permita identificar até 31 de dezembro de 2019 as medidas urgentes a aplicar.

PUB

Adianta que as três instituições de ensino superior público confirmam necessidades de reforço orçamental, no valor global de 5,9 milhões de euros, “para pagamentos dos vencimentos de novembro, subsídio de Natal e dezembro”.

É ainda sugerido que sejam avaliadas as necessidades de nomeação de um gestor público para acompanhar a gestão das instituições e de integração das instituições num consórcio com outras instituições similares.

PUB

Pedro Dominguinhos disse desconhecer o documento em causa.

“Não conheço o documento, vou admitir que é verdade, há dificuldades financeiras que estão a ser trabalhadas com o ministro [da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior] para as resolver. Alguns casos têm sido estruturais”.

O presidente do CCISP adiantou que estão a ser encontrados mecanismos para resolver os problemas e reforçou a importância que os politécnicos têm ao nível do desenvolvimento regional.

APOIE O NOSSO JORNAL, TORNE-SE UM LEITOR BENEMÉRITO

Se lê regularmente as nossas notícias torne-se um leitor benemérito fazendo contribuições a partir de 10€/mês, ou doando valores iguais ou superiores a 100€. Esses leitores passam a constar da ficha-técnica como apoiantes deste projeto independente de jornalismo. Pode também fazer uma contribuição pontual (5€, 10€, 20€, o que puder e quiser).

pub

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here