Riachos, em Torres Novas, espera 70 mil pessoas para a Festa da Benção do Gado

foto facebook. Bênção do Gado

Cerca de 70 mil pessoas são esperadas a partir de hoje em Riachos, Torres Novas, para a tradicional Festa da Benção do Gado, evento que se realiza de quatro em quatro anos, que se prolonga até dia 31.

PUB

“Esta festa é uma tradição rural cuja origem se perde na memória dos tempos e revela a marca identificadora desta terra, das suas gentes e das suas raízes, sendo que o povo de Riachos vive intensamente este momento”, disse à agência Lusa um dos coordenadores do evento, António Pereira Jorge, da Benção do Gado – Associação Cultural.

Este evento realiza-se em honra de S. Silvestre, patrono dos lavradores, dos campos e protetor dos animais.

PUB

“A Festa da Benção do Gado está a crescer de edição para edição e há muito que ultrapassou as fronteiras do concelho de Torres Novas, recebendo dezenas de milhares de visitantes de todo o país”, destacou aquele responsável, tendo referido as ruas e ruelas engalanadas e as pinturas murais desenhadas em toda a vila com os rituais agrícolas que marcaram a história do povoado.

“Este ano temos um investimento que rondará os 170 mil euros e esperamos que seja a edição mais participada de sempre, com cerca de 60 a 70 mil pessoas a visitarem Riachos e a Festa da Benção do Gado”, perspetivou António Jorge.

PUB

A festa vai contar com diversas exposições, espetáculos noturnos, atividades taurinas, pintura ao vivo, tasquinhas, oficinas, bailes de roda, conferências, atividades desportivas e concertos com Quim Barreiros, The Gift e Teresa Tapadas, entre outros.

Um dos momentos mais importantes da Festa, desde a edição de 1966, é a procissão do Senhor Jesus dos Lavradores, que se realiza dia 31 de julho, às 16:00, percorrendo a rua principal da vila em toda a sua extensão, cerca de 3 quilómetros.

Foi desde esse ano que a Festa da Bênção do Gado passou a integrar a Imagem do Senhor Jesus, que segundo a Lenda, terá sido encontrada na Idade Média por um grupo de lavradores riachenses que com a sua junta de bois lavrava a terra nos campos do Espargal, junto dos Casais de Riachos, uma imagem que se encontra na Igreja de Santiago, em Torres Novas, à guarda da Misericórdia local.

APOIE O NOSSO JORNAL, TORNE-SE UM LEITOR BENEMÉRITO

Se lê regularmente as nossas notícias torne-se um leitor benemérito fazendo contribuições a partir de 10€/mês, ou doando valores iguais ou superiores a 100€. Esses leitores passam a constar da ficha-técnica como apoiantes deste projeto independente de jornalismo. Pode também fazer uma contribuição pontual (5€, 10€, 20€, o que puder e quiser).

- publicidade -

1 COMENTÁRIO

Responder a waldir desouzajunior Cancelar resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here