Riachos | Balcão dos CTT vai ser transferido para a junta de freguesia

O balcão dos CTT de Riachos esteve em vias de encerrar neste início de mês de outubro. A intervenção da junta de freguesia de Riachos, que entrou em negociações com os CTT e procurou um compromisso com a Câmara Municipal de Torres Novas para obras na sede da autarquia, adiou o encerramento do balcão, que se manterá a funcionar no mesmo espaço até ser transferido para a junta, passando a ser garantido por esta.

PUB

O tema foi abordado em Assembleia de Freguesia e Assembleia Municipal, tendo já sido emitido um comunicado da Comissão de Utentes dos Serviços Públicos do concelho de Torres Novas, denunciado a privatização do setor.

Ao mediotejo.net, o presidente da junta de freguesia de Riachos, José Júlio Ferreira, explicou que foi contactado dia 14 de setembro por um responsável dos CTT, informando que se ia discutir o futuro do funcionamento do balcão. José Júlio informou o município, mas, conforme admitiu ao nosso jornal, desconfiou de que se trataria de um possível encerramento, face ao que tem vindo a suceder a nível nacional.

PUB

Os receios do presidente da junta vieram a confirmar-se, com uma proposta de encerramento já a 1 de outubro, ou a assunção dos serviços por parte da autarquia. “Vou tentar salvaguardar os interesses da população de Riachos”, afirmou o presidente, que entretanto conseguiu chegar a alguns compromissos prévios com as entidades envolvidas.

Assim, avançou ao mediotejo.net, o balcão dos CTT vai para já manter-se a funcionar no mesmo local. A curto prazo o serviço vai passar porém para a junta de freguesia, assumindo um funcionário da autarquia o trabalho.

PUB

Esta transferência, adiantou José Júlio, vai acompanhar a instalação do Espaço Cidadão, também na junta. Para tal é necessário obras no edifício, nomeadamente de acessibilidades, situação que o autarca já abordou com o município.

A expectativa, referiu o presidente, é que todos estes serviços estejam a funcionar na junta de Riachos a partir de 1 de janeiro de 2019.

PUB
Cláudia Gameiro
Cláudia Gameiro, 32 anos, há nove a tentar entender o mundo com o olhar de jornalista. Navegando entre dois distritos, sempre com Fátima no horizonte, à descoberta de novos lugares. Não lhe peçam que fale, desenrasca-se melhor na escrita

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

APOIE O NOSSO JORNAL, TORNE-SE UM LEITOR BENEMÉRITO

Se lê regularmente as nossas notícias torne-se um leitor benemérito fazendo contribuições a partir de 10€/mês, ou doando valores iguais ou superiores a 100€. Esses leitores passam a constar da ficha-técnica como apoiantes deste projeto independente de jornalismo. Pode também fazer uma contribuição pontual (5€, 10€, 20€, o que puder e quiser).