Apoie o jornalismo que fazemos,
junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -
Quarta-feira, Setembro 22, 2021

Apoie o jornalismo que fazemos, junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

“Regresso às aulas”, por Vasco Damas

Porque volta a estar na “espuma dos dias”, recupero um texto que escrevi num passado recente e que por isso continua a manter a sua atualidade.

- Publicidade -

Nos dias que correm, o meu regresso às aulas é muito diferente daquilo que era há umas décadas.

A excitação de rever “velhos” colegas, conhecer os novos elementos da turma e saber quem iam ser os professores desse ano escolar passou a dar lugar à necessidade de fazer grandes poupanças para cumprir um orçamento rigoroso e assim estar preparado para um assalto à carteira que, ano após ano, se repete sem dó nem piedade. Apesar de tudo, tenho que reconhecer que já foi pior.

- Publicidade -

Mas em bom rigor, desde que sou pai que o meu regresso às aulas não se esgota nem se reduz a um problema estritamente financeiro. Principalmente nos anos mais recentes, depois da minha filha mais velha ter entrado naquelas idades mais complicadas e mais suscetíveis de serem influenciadas pelos ambientes com os quais interagem.

Este ano, à semelhança dos últimos e aos quais me referi anteriormente, no “meu” regresso às aulas volto a desejar que o regresso às aulas da minha filha mais velha seja tranquilo e que ela possa encontrar o ambiente ideal para desenvolver as suas capacidades e para continuar a construir a sua personalidade.

Que os seus professores sejam referenciais positivos e que a saibam estimular e motivar  para o gosto do estudo, do conhecimento e do desenvolvimento.

Que a sua turma seja composta por elementos que contribuam positivamente para o estabelecimento de um espírito competitivo saudável onde se possa elevar a fasquia das exigências.

Que nesta turma estejam elementos que permitam o desenvolvimento de relações de amizade genuínas que a protejam e afastem de outras amizades tóxicas que secam tudo à sua volta.

Que ela esteja à altura das suas responsabilidades e saiba resistir às tentações que sabe que estão erradas.

Que tenha sempre consciência que em cada ação haverá uma reação e que, por isso, saiba ser amiga de quem é verdadeiramente seu amigo e tenha a perspicácia e a sabedoria de ignorar e de se afastar daquilo que não lhe acrescenta valor.

Que seja educada e trate sempre com respeito a escola e todas as pessoas que por lá andam.

Acima de tudo, que este regresso às aulas seja tranquilo e que seja o início de um grande ano em termos de aproveitamento e de crescimento… e no fundo, que se divirta, porque a sua felicidade será sempre a minha prioridade.

Mas que nunca se esqueça que felicidade também rima com responsabilidade e que, em caso de necessidade, o meu papel de pai lá estará para a ajudar a recuperar o equilíbrio ou a voltar a encontrar o caminho.

É gestor e trabalhar com pessoas, contribuir para o seu crescimento e levá-las a ultrapassar os limites que pensavam que tinham é a sua maior satisfação profissional. Gosta do equilíbrio entre a família como porto de abrigo e das “tempestades” saudáveis provocadas pelos convívios entre amigos. Adora o mar, principalmente no Inverno, que utiliza, sempre que possível, como profilaxia natural. Nos tempos livres gosta de “viajar” à boleia de um bom livro ou de um bom filme. Em síntese, adora desfrutar dos pequenos prazeres da vida.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome