Segunda-feira, Dezembro 6, 2021

PSD/Congresso | Rui Rio anuncia como novos ‘vices’ André Coelho Lima e Isaura Morais

O presidente do PSD, Rui Rio, anunciou hoje que terá dois novos vice-presidentes, o deputado André Coelho Lima, que já era vogal da Comissão Política, e a deputada e ex-autarca de Rio Maior Isaura Morais.

- Publicidade -

Deixam o cargo de vice-presidentes Elina Fraga e o presidente da Comissão Política Regional dos Açores, José Manuel Bolieiro. Mantêm-se como vice-presidentes David Justino, Isabel Meireles, Nuno Morais Sarmento e Salvador Malheiro.

José Silvano mantém-se no cargo de secretário-geral e o porta-voz para as Finanças Públicas, Joaquim Sarmento, sobe a vogal da Comissão Política Nacional (CPN).

- Publicidade -

O anúncio das listas foi feito pelo próprio presidente do PSD no púlpito do 38.º Congresso do PSD e Rio admitiu que esta era uma tarefa “que é impossível correr bem”.

“É uma tarefa que tem tudo para correr mal, acho que vai só correr um bocadinho de nada mal”, ironizou, agradecendo a todos os que tremiam funções e dizendo que “aqueles que hoje saem amanhã podem entrar outra vez”.

Isaura Morais (Rio Maior) sobe a vice-presidente do PSD. Cláudia André (Sertã) deixa o cargo de vogal da direção politica do partido. Foto: DR

Rio manteve o mesmo número de ‘vices’, seis, e o mesmo equilíbrio entre géneros: quatro homens e duas mulheres.

Já vogais da CPN passam dos atuais nove (Rui Rocha foi eleito no último congresso, mas demitiu-se no ano passado) para dez e seis são novidades, entre as quais Joaquim Sarmento e a ex-deputada Fátima Ramos.

O presidente do grupo parlamentar do PSD/Açores, Luís Maurício, os ex-candidatos às europeias Ricardo Morgado (12.º lugar) e Paula Calado (18.ª posição) e a ex-deputada Paula Cardoso completam o leque de novos vogais.

Mantêm-se na CPN António Carvalho Martins, Maló de Abreu, António Topa e Manuel Teixeira.

Deixam a direção do partido, além dos dois vice-presidentes, os até agora vogais Cláudia André, João Cunha e Silva, Graça Carvalho e Ofélia Ramos.

Dos dez vogais, 30% são mulheres, idêntica percentagem à lista anterior.

Comissão Política de Rui Rio eleita com 62,4%, resultado mais baixo desde 2007

A Comissão Política Nacional do presidente do PSD, Rui Rio, foi hoje eleita com 62,4% dos votos, disseram à Lusa fontes sociais-democratas.

A lista de Rui Rio foi eleita com 541 votos favoráveis, 227 brancos e 99 nulos. Registaram-se 867 votantes.

Há dois anos, a direção de Rio foi eleita com 64,7% dos votos, naquela que foi então a votação mais baixa desde 2007, quando Luís Filipe Menezes obteve 61,8%.

O PSD mudou os estatutos e adotou as eleições diretas em 2006, deixando de escolher o líder em congresso. Na reunião magna continuam a ser eleitos os órgãos nacionais como a Comissão Política Nacional.

A nova direção tem dois novos vice-presidentes, o deputado André Coelho Lima, que já era vogal da Comissão Política, e a deputada e ex-autarca de Rio Maior Isaura Morais.

Deixam o cargo de vice-presidentes Elina Fraga e o presidente da Comissão Política Regional dos Açores, José Manuel Bolieiro.

Mantêm-se como vice-presidentes David Justino, Isabel Meireles, Nuno Morais Sarmento e Salvador Malheiro e José Silvano continua como secretário-geral.

Em lista única, a Mesa do Congresso, que volta a ser presidida por Paulo Mota Pinto, foi eleita com 62,4% dos votos, já que recolheu 539 votos favoráveis, 229 brancos e 98 nulos.

A Comissão Nacional de Auditoria Financeira, liderada por Fernando Sebastião (que foi mandatário distrital de Rio nas últimas diretas em Viseu) conseguiu 66,1%, com 573 votos favoráveis, 209 brancos e 85 nulos.

No 38.º Congresso do PSD, que hoje termina em Viana do Castelo, estavam inscritos 948 delegados.

Agência de Notícias de Portugal

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome