Apoie o jornalismo que fazemos,
junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -
Segunda-feira, Outubro 25, 2021

Apoie o jornalismo que fazemos, junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

ProTEJO promove “Encontros com o Tejo e Educação Ambiental” via online

O proTEJO – Movimento pelo Tejo, em parceria com o 2.º ano do curso de Educação Ambiental e Turismo de Natureza, do Instituto Politécnico de Santarém, promovem no próximo dia 1 de dezembro a iniciativa “Encontros com o Tejo e Educação Ambiental”. Devido à pandemia, a sessão vai decorrer por videoconferência, com acesso livre.

- Publicidade -

O proTEJO – Movimento pelo Tejo, refere em comunicado que para esta altura estava prevista a realização de ações de sensibilização acerca da sobre-exploração da água do Tejo “que se avizinha com a construção de novos açudes e barragens” e também sobre a importância do “regresso de modos de vida ligados à agua e ao rio”, iniciativas que, por força da pandemia de Covid-19, foram canceladas.

A alternativa encontrada foi a organização destes “Encontros com o Tejo e Educação Ambiental”, uma iniciativa em parceria com o curso de Educação Ambiental e Turismo de Natureza, do Politécnico de Santarém, que vai decorrer no dia 1 de dezembro via online, entre as 15h00 e as 16h30.

- Publicidade -

Refere o proTEJO em comunicado que esta conferência – que se vai realizar através da plataforma ZOOM e com acesso aberto, inserindo o ID da reunião: 883 7837 3937 – vai ser moderada por Ana da Silva, professora do Instituto Politécnico de Santarém.

Na iniciativa vão participar diferentes figuras como Herman Wanningen (Diretor da Fundação do Mundial da Migração dos Peixes) e José Cardoso Moura (Engenheiro Químico do Instituto Superior Técnico), que “abordarão os problemas dos açudes e das barragens no que respeita aos fluxos migratórios das espécies piscícolas”; Luís Filipe Ferreira, João Oliveira e João Gago (Professores da Escola Superior Agrária do IP Santarém) que falarão sobre “conservação e gestão do sistema ribeirinho e das populações de peixes migradores”; e vão também marcar presença Paulo Constantino e Ana Silva do proTEJO – Movimento pelo Tejo, para sublinhar “a importância da preservação de um Tejo livre de açudes e barragens” através da apresentação do Memorando ‘Por um Tejo livre’.

Abrantina mas orgulhosa da sua costela maçaense, rumou a Lisboa com o objetivo de se formar em Jornalismo. Foi aí que descobriu a rádio e a magia de contar histórias ao ouvido. Acredita que com mais compreensão, abraços e chocolate o mundo seria um lugar mais feliz.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome