Apoie o jornalismo que fazemos,
junte-se à nossa Comunidade de Leitores

Segunda-feira, Outubro 25, 2021

Apoie o jornalismo que fazemos, junte-se à nossa Comunidade de Leitores

Portalegre | Governo vai analisar com autarcas construção da Barragem do Pisão

O ministro do Ambiente revelou esta quarta-feira, dia 19, que vai reunir “em breve” com autarcas para discutir a construção da Barragem do Pisão, no concelho do Crato, projeto hidroagrícola reivindicado há dezenas de anos por diversos setores.

- Publicidade -

“Esta é matéria de uma reunião que foi solicitada por um conjunto de autarcas e que vai acontecer muito em breve e aí vamos com certeza perceber ainda melhor aquelas que são, objetivamente, as vontades de quem legitimamente representa este território”, afirmou João Matos Fernandes.

O ministro falava aos jornalistas à margem do segundo congresso do Movimento de Cidadania Melhor Alentejo, que decorre hoje no Centro de Congressos da Câmara de Portalegre e em que a defesa da construção da barragem, no concelho do Crato, é um dos temas principais

- Publicidade -

No entanto, João Matos Fernandes, fez questão de sublinhar que sobre esta barragem não tem “nenhuma promessa a fazer, nem nenhum compromisso” a estabelecer que não passe, em primeiro lugar, por uma avaliação.

O último projeto desenvolvido para a construção da barragem, em 2013, segundo a Comunidade Intermunicipal do Alto Alentejo (CIMAA), previa que a albufeira abrangesse uma área de 3.200 hectares, com as componentes de abastecimento público de água e de regadio, mas obrigaria à submersão da pequena aldeia do Pisão, com cerca de 100 habitantes.

O projeto apontava para uma capacidade de armazenamento de 100 milhões de metros cúbicos de água e o perímetro de rega poderia beneficiar cerca de nove mil hectares dos concelhos do Crato, Alter do Chão, Fronteira, Portalegre e Avis.

O segundo Congresso do Movimento de Cidadania Melhor Alentejo, que é encerrado ao final da tarde de hoje pelo Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, destina-se a debater temas como a desertificação, gestão da água, desenvolvimento económico e as infraestruturas rodoviárias e ferroviárias.

O encontro conta com a presença de vários oradores convidados pelo movimento, criado em 2016 por um grupo de cidadãos naturais ou com ligação ao Alentejo.

O movimento, que assegura ser “apartidário”, é apoiado por vários empresários e personalidades, como José Maria Amorim Falcão, José Ribeiro e Castro, Luís Mesquita Dias e José Roquette.

Portugal 2020 já aprovou 700 ME em projetos empresariais no Alentejo

O ministro do Planeamento e das Infraestruturas, Pedro Marques, anunciou esta quarta-feira que já foram aprovados “700 milhões de euros” em projetos empresariais para a região Alentejo, no âmbito do programa Portugal 2020.

“Só no âmbito do Portugal 2020 já aprovámos 700 milhões de euros de projetos empresariais para a região Alentejo, que permitem diversificar a atividade económica na região e reforçar as condições de especialização do perfil de desenvolvimento da região”, disse.

O governante, que falava no decorrer do segundo congresso do Movimento de Cidadania Melhor Alentejo, que decorre hoje no Centro de Congressos da Câmara de Portalegre, sublinhou ainda as obras que estão em curso na área da ferrovia no Alentejo, nomeadamente no futuro Corredor Internacional Sul.

“Este grande esforço de investimento nesta linha ferroviário que atravessa o Alentejo viabilizará a instalação de plataformas logísticas e industriais que criam valor para o território e o tornam mais atrativo para a instalação de empresas e localização de empregos”, disse.

A desertificação, gestão da água, desenvolvimento económico e as infraestruturas rodoviárias e ferroviárias são os temas centrais do segundo congresso do Movimento de Cidadania Melhor Alentejo.

O encontro conta com a presença de vários oradores convidados pelo movimento, criado em 2016 por um grupo de cidadãos naturais ou com ligação ao Alentejo.

O Movimento de Cidadania Melhor Alentejo, que assegura ser “apartidário”, é apoiado por vários empresários e personalidades, como José Maria Amorim Falcão, José Ribeiro e Castro, Luís Mesquita Dias e José Roquette.

Agência de Notícias de Portugal

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome