PUB

Ponte de Sor | YAKSTARS dão espetáculo aéreo e batismos de voo (C/fotos)

Este sábado, dia 24, a partir das 10:00, a Patrulha Acrobática YAKSTARS irá dedicar o dia a treinos de acrobacia e batismos de voo em Ponte de Sor. Será uma oportunidade para todos os fãs e admiradores da patrulha poderem ver e conviver de perto com os seus pilotos, bem como poderem experimentar as sensações de voar no Yak 52!

PUB

Foto: Jorge Santiago/mediotejo.net

O evento irá decorrer entre as 10H00 e as 14H00 no Aeródromo de Ponte de Sor, muito próximo da barragem de Montargil e da Cidade de Ponte de Sor.

PUB

Foto: Jorge Santiago/mediotejo.net

O ponto de encontro será em frente da Escola de Aviação L3 – Commercial Training Solutions (ex-GAir Training Center).

Foto: Jorge Santiago/mediotejo.net

YAKOVLEV 52

O Yakovlev Yak-52 é um avião monomotor soviético, de pistões, de treino básico, sendo um descendente direto do Yak-50, um avião acrobático bilugar. Tendo realizado o seu primeiro voo em 1976, ainda continua a ser fabricado pela Aerostar, na Roménia.

O Yak-52 é um avião construído totalmente em metal e é motorizado pelo Vedeneyev M14P, um motor radial com 9 cilindros, ligado a uma hélice bipá de passo variável. A aeronave é equipada com sistemas de combustível e lubrificação invertidos, o que permite que o Yak-52 possa realizar voo invertido até 2 minutos.

Visando uma operação com o mínimo de manutenção, o Yak-52 é largamente equipado com sistemas pneumáticos. A partida do motor, flapes e travões são todos acionados por sistemas pneumáticos. O trem de aterragem é do tipo triciclo retrátil permanecendo parcialmente exposto mesmo retraído.

Foto: Jorge Santiago/mediotejo.net

PUB
PUB
Jorge Santiago
Nasceu a 30 de Janeiro de 1961 em Lisboa e cresceu no Alentejo, em Santiago do Cacém. Dali partiu em 1980 para ingressar no Exército e no Curso de Enfermagem. Foi colocado em Santa Margarida e por aqui fez carreira acabando por fixar-se no Tramagal em 2000. A sua primeira ligação à Vila "metalúrgica" surge em 1988 como Enfermeiro do TSU. Munido da sua primeira câmera digital, em 2009 e com a passagem à situação de reserva, começou a registar a fauna do Vale do Tejo, a natureza e o património edificado da região, as ruas, as pessoas... Com colaborações regulares em jornais da região e nacionais este autodidata acaba por conseguir o reconhecimento público, materializado em alguns prémios. Foi galardoado na 8ª Gala de Cultura e Desporto de Tramagal na categoria de Artes Plásticas (Fotografia) em 2013.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

APOIE O NOSSO JORNAL, TORNE-SE UM LEITOR BENEMÉRITO

Se lê regularmente as nossas notícias torne-se um leitor benemérito fazendo contribuições a partir de 10€/mês, ou doando valores iguais ou superiores a 100€. Esses leitores passam a constar da ficha-técnica como apoiantes deste projeto independente de jornalismo. Pode também fazer uma contribuição pontual (5€, 10€, 20€, o que puder e quiser).